Reniton Souza - 27/11/2013 09h40
Homem-pássaro voa perto de estaca de pedra de sete milhões de anos
Luigi Cani pula de wingsuit de helicóptero em Balls Pyramid, formação rochosa proveniente de vulcão, que fica a 700 km da costa leste da Austrália, no Pacífico
Slide 10
Luigi Cani sobrevoa Balls Pyramid
Slide 10
Jeb Corliss tira fotos do amigo Luigi Cani sobrevoando rocha
Slide 10
Veterano do wingsuit diz que foi a mais pura sensação que já teve
Slide 10
Luigi Cani passa por cima da gigantesca rocha proveniente de vulcão

A cada dia que passa, Luigi Cani vai alcançando novos feitos, cada vez mais radicais, em sua carreira. Referência em wingsuit e paraquedismo no Brasil com mais de 11 mil saltos e 79 medalhas em competições ao longo de 17 anos como profissional dos esportes radicais, o curitibano de 42 anos realizou mais uma façanha. Com seu uniforme de "homem-pássaro", ele voou a uma distância horizontal de 2 km da perigosa Balls Pyramid, uma formação rochosa de 562 m de altura que se projeta direto de dentro do oceano Pacífico, a 700 km da costa leste da Austrália. As imagens são impressionantes

O paranaense conta que a motivação do salto foi a paisagem paradisíaca de Balls Pyramid. Depois de uma carreira de 17 anos, ele se sentiu como se fosse um novato.

A rocha, uma verdadeira "estaca de pedra" proveniente de lava vulcânica, ainda abriga fauna e flora ricas. Além de insetos como o bicho-pau da Ilha Lord Howe, há uma variedade incrível de pássaros. De acordo com Cani, esse foi outro motivo para querer voar em Balls Pyramid, mas também um dos perigos do desafio.

 



Comentários: