Elton Roza - 24/10/2014 10h18 - Atualizado em 27/10/2014 16h48
POLÊMICA! Romário ataca Ronaldo: 'É um ninguém na política'
Baixinho descobriu que o ex-atacante tentou vetá-lo na campanha de Aécio Neves, e o senador eleito pelo Rio ficou indignado.

Um dia após gravar dois vídeos em apoio ao tucano Aécio Neves, Romário (PSB) disparou contra o ex-jogador de futebol Ronaldo Nazário, que tentou vetá-lo da campanha. Apesar da intervenção de Ronaldo, Aécio pediu que o Baixinho gravasse para ele, afirmando que ele é quem tem voto. "Ronaldo é um ninguém na política, não tem autoridade moral pra falar de política", afirmou.
 
Romário disse, no entanto, esperar que a relação com o ex-parceiro se tranquilize. Afirmou, porém, que, politicamente, Ronaldo é “um nada”.
 
Segundo ele, todo o problema começou há alguns dias, quando representantes de Romário foram a um encontro com representantes de Aécio, em um restaurante no Rio, para ali selarem o acordo do segundo turno. Ao chegarem lá, os assessores do Baixinho encontraram Ronaldo e dois amigos. Segundo o senador eleito, por não verem em Ronaldo um interlocutor político, seus enviados não trataram da aliança. Ronaldo teria ficado chateado com isso.
 
"O Ronaldo para mim, em termos de política, é um cidadão como outro qualquer. Respeito o que ele fez dentro de campo, mas ele não tem autoridade na política. Como disse o Aécio, quem tem voto sou eu".
 
Romário disse ainda não ter tratado disso com o presidenciável tucano. "Nossa relação é tão qualificada que não precisamos falar dessas coisas, afirmou".
 
Romário se mostrou familiarizado com o ambiente beligerante da política. "Aprendi a não criticar o que é feito nesses momentos de disputa. Se o pessoal do Pezão acha interessante criticar o Crivella por ele ser da Universal, não vejo problema. Tem que se mostrar o que ele e o grupo dele (a Universal) planejam".
 
O senador eleito com 4,6 milhões de votos também atacou Cabral, dizendo que o ex-governador fez um “péssimo governo”. E garantiu que o acordo com Pezão prevê uma mudança de postura em relação aos temas que o Baixinho defende, como direitos de pessoas com deficiência, prevenção contra as drogas e incentivo ao esporte.


Extra Globo
Comentários: