Redação - 08/03/2017 16h43 - Atualizado em 08/03/2017 16h43
Mulher é tida como culpada por violência que sofre, adverte especialista
O alerta é da especialista em políticas públicas de gênero e raça, Giovanna Carrozzino Werneck, que fez palestra em Cachoeiro de Itapemirim, nesta terça (7), como parte da programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher promovida pela prefeitura.
“Nos crimes contra a mulher, a vítima acaba sendo culpada. A sociedade exige que ela se comporte de forma ‘conveniente’, dentro de um determinado padrão. Mas, mesmo que cumpra, é tida como culpada por qualquer ato de violência que sofra, o que é inaceitável”.
 
O alerta é da especialista em políticas públicas de gênero e raça, Giovanna Carrozzino Werneck, que fez palestra em Cachoeiro de Itapemirim, nesta terça (7), como parte da programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher promovida pela prefeitura.
 
A atividade, que aconteceu no Palácio Bernardino Monteiro, teve o tema “Mulher, a culpa não é sua”. A palestrante, que é também terapeuta comportamental, mestranda em Letras e professora universitária, discutiu com as mulheres presentes a questão da culpabilização da vítima.
 
Para reverter esse quadro, Werneck sugere o aprofundamento do debate sobre o assunto. “Esse tema não tem que ser discutido apenas no Dia da Mulher. Tem que haver formação para os professores para evitar comportamentos que reforçam violência, informação por meio das mídias. Temos que incentivar as vítimas a terem posturas proativas para criar redes de apoio, inclusive nas escolas. Gerar espaços de discussões também em universidades, Centros de Referência de Assistência Social, secretarias municipais, dentre as quais a de saúde, entre outros locais”, pontua.
 
Dia da Mulher
 
As atividades do Dia Internacional da Mulher em Cachoeiro têm seu ponto alto nesta quarta (08), a partir das 8h, na Praça Jerônimo Monteiro, Centro. Haverá oferta de serviços de saúde, lançamento da Campanha do Laço Branco, exibição de documentário, shows, entre outras ações, todas gratuitas.


Comentários: