Redação - 13/09/2017 09h22
Caminhão que transportava as chapas de granito que mataram 11 na BR-101 já foi multado 24 vezes pela polícia

O caminhão que transportava as chapas de granito que mataram 11 pessoas na BR-101, em Mimoso do Sul no Espírito Santo, soma 24 multas de trânsito, segundo um levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF) feito entre os anos de 2004 e 2017. Entre as infrações mais graves estão fuga de pedágio, dirigir na contramão e excesso de peso.


O caminhão passou por vistoria nesta segunda-feira (11) e continua apreendido na pátio do posto da PRF, em Safra.

A infração com maior incidência é a por fuga de pedágio. Foram cinco vezes. Em seguida, excesso de velocidade, sendo três multas. O caminhão também foi parado e multado na BR-101 Sul por mau estado de conservação, por duas vezes. E por transitar na contramão, também por duas vezes. Além de registro de multa por excesso de peso.

De acordo com a PRF, 13 das 24 multas foram acumuladas depois que o veículo mudou de dono, em junho de 2015.

Além disso, o motorista que conduzia a carreta do dia da tragédia já recebeu 11 multas, segundo a PRF. "Esse caminhão já foi fiscalizado pela gente algumas vezes. Esse motorista já foi autuado 11 vezes", frisou o inspetor Macedo Miranda, da Polícia Rodoviária Federal.
 

Confira a relação detalhada de multas:
30/06/2004: Ultrapassar pela contramão linha de divisão de fluxos opostos, contínua amarela
20/01/2006: Conduzir o veículo transportando passageiros em compartimento de carga
26/09/2008: Transitar com o veículo com excesso de peso
16/04/2009: Transitar pela contramão de direção em via com duplo sentido de circulação
26/04/2009: Transitar com o veículo com excesso de peso
08/02/2010: Estacionar na contramão de direção
08/02/2010: Estacionar nos acostamentos
21/10/2010: Deixar o condutor de usar o cinto de segurança
21/10/2010: Forçar passagem entre veículos que, transitando em sentidos opostos, na iminência de passar um pelo outro ao realizar operação de ultrapassagem
23/11/2010: Estacionar nos acostamentos
25/10/2014: Conduzir o veículo em mau estado de conservação, comprometendo a segurança
26/08/2015: Conduzir o veículo com descarga livre
26/08/2015: Conduzir o veículo em mau estado de conservação, comprometendo a segurança
18/12/2015: Transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%
01/01/2016: Transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%
03/02/2016: Transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20%
13/08/2016: Evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio
02/09/2016: Deixar de guardar distância de segurança lateral e frontal entre o seu veículo e os demais, bem como, em relação ao bordo da pista
02/09/2016: Evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio
13/09/2016: Evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio
29/05/2017: Evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio
29/05/2017: Conduzir o veículo registrado que não esteja devidamente licenciado
29/05/2017: Conduzir veículo com registrador instantâneo de velocidade/tempo viciado/defeituoso
31/07/2017: Evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio

 

Velocidade
O superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Wyllis Lyra, disse que o caminhão estava com excesso de velocidade, a 110 km/h, quando o acidente aconteceu. No trecho, a velocidade máxima permitida é de 80 km/h.

A medição foi feita a partir do tacógrafo retirado do caminhão. O equipamento é usado para registrar graficamente a velocidade de um veículo.

Nesta manhã, o secretário de Estado da Segurança Pública, André Garcia, disse, em entrevista ao Bom Dia ES, que o caminhão e o motorista não tinham autorização para transportar granito. O engenheiro Rodrigo Alvarenga Rosa reforçou que o veículo não tem estrutura para este tipo de carga.

Tragédia na BR-101
O acidente aconteceu por volta das 15h deste domingo (10), envolvendo dois caminhões, um Ford Ka e um micro-ônibus. Onze pessoas morreram e nove ficaram feridas. Todas estavam no micro-ônibus, que tinha saído de Juiz de Fora após uma apresentação do grupo de dança alemã Bergfreunde.


 



G1
Comentários: