Redação - 12/01/2018 09h09 - Atualizado em 12/01/2018 09h10
Cansados de esperar pela Prefeitura, moradores da zona rural de Vargem Alta realizam reparos em estradas

Ano Novo, problema velho!E as situações caóticas das estradas vicinais continuam em Vargem Alta. “Referencia e o maior jornal online da cidade”, o Notícia Capixaba, vem apurando desde o ano passado que muitas estradas vicinais têm causado transtornos para os motoristas e moradores. Esburacadas e sem manutenção, todos os dias, a vida de quem passa por estes locais fica em risco, já que são importantes vias entre municípios, e conforme o lugar é o único caminho para chegar às rodovias estaduais. As imagens em si, comprovam o que ainda vem acontecendo.

 

Um exemplo são as estradas vicinais da comunidade de Concórdia. Vias de acesso à outras importantes regiões, onde estão em precárias condições de trafegabilidade.

Embora tenham buscado soluções junto à Administração Municipal, através da Secretaria de Obras, e cansados de esperar providências do poder público, moradores da estrada que liga Concórdia a São José, fizeram um mutirão (vaquinha) para tapar os buracos da estrada.

A ação foi registrada através de imagens e compartilhada nas redes sociais, onde os moradores pagaram do próprio bolso maquinários para realizar a manutenção.

“Cansamos, foram várias reivindicações em 2017, e diante de tantas negativas da Prefeitura em realizar os reparos na estrada, nós resolvemos tapar os buracos para evitar acidentes”, relata um agricultor.


“Vargem Alta está abandonada, e quando precisamos da Prefeitura , simplesmente eles viram as costas para nós”, conta uma moradora indignada.

Outro lado

Novamente entramos em contato com a Prefeitura sobre o caso, e a assessoria de imprensa informou que a Secretaria de Obras está apenas com um operador trabalhando na Patrol, e o outro foi dispensado.

A assessoria informou ainda que em breve a Secretaria de Obras estará com o quadro de funcionários adequado para estar atendendo à demanda de todo o município.



Noticia Capixaba
Comentários: