Folha do ES
Sáb, 4 de Abr
Gripe Governo ES

Home   Política     Eleições 2018


Vereadores da Câmara de São Mateus atuam contra "mafia nas prefeituras"

Vereadores da Câmara de São Mateus atuam contra "mafia nas prefeituras"

Em São Mateus, a maioria dos vereadores está implacáveis na fiscalização e denúncias contra empresas laranjas e de fachada

  Por Jackson Rangel Vieira

  09.abril.2019 às 14:01Atualizado em 09.abril.2019 às 14:54

O presidente da Câmara de São Mateus, Jorge Recla, conhecido mais como Jorginho Cabeção (PTB), entrou em contato com o jornalista Jackson Rangel Vieira, autor de uma série de matérias sobre Máfia das Prefeituras no Espírito Santo, para informar a atuação "implacável" da maioria dos vereadores contra empresas que estavam lesando o Município.

Segundo o presidente da Câmara, desde de 2017, seis vereadores de 11 membros da Casa de Leis, a maioria, abriu CPI e denunciou ao Ministério Público, por exemplo, a empresa GSF citada na primeira matéria intitulada Corrupção: esquema de desvios milionários em Prefeituras do ES e Bahia. Segundo o parlamentar, esta empresa levou R$ 6 milhões de São Mateus. O prefeito Daniel do Açai (PSDB) é um dos principais beneficiários e facilitador desse esquema.

Sobre o caso escandaloso de São Mateus, de novo aparece o personagem Paulo César, sócio informal de Honório Friso, dono GSF Transportes que financiou a campanha a prefeito de Sooretama, Alessandro Broedel (PSDB). "Esta empresa, denunciada em CPI e ao MP, ganhou de novo este ano a licitação no início do ano, mas o certame foi cancelado pelo Ministério Público por crime da falsidade técnica", pontua o presidente da Câmara.

O vice-presidente do Legislativo de São Mateus, Carlos Alberto (PSB, enquanto presidente daquela Casa no biênio 2017/2018, reforçou as denúncias e confirmam as mazelas em São Mateus. "A empresa disse que tapava buracos, mas isso nunca aconteceu. A cidade é completamente esburacada. Aqui em São Mateus, a maioria dos vereadores tem compromisso com a população", ressalta.

Para defender o Legislativo como atuante no combate à corrupção, o presidente e o vice informaram que a rigidez como tratam a coisa pública colocam a Câmara de São Mateus como a que menos gastos produziu no Espírito Santo, no ranking dos Municípios.

"Vamos enviar todas os documentos da CPI e do relatório ao MP para a FOLHA DO ES. A matéria foi muito oportuna, menos na parte em que coloca a Câmara como não atuante contra essa máfia. Aqui tem ao menos seis vereadores, a maioria, que se importam em legislar e fiscalizar", ressalta o presidente da Câmara, Jorginho Cabeção.

*Máfia nas Prefeituras é a ação de várias empresas interligadas e combinadas, de fachada ou por meio de laranja, que atuam nos Municípios em que mandatários e "empresários" se beneficiam com serviços superfaturados ou não executados. Alguns juristas chamam essa ação mafiosa de "agiotagem eleitoral".


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.