Folha do ES
Seg, 17 de Jun

Home   Economia     Espírito Santo


Petrocity realiza seminário, na divisa MG-ES, para apresentar projetos

Petrocity realiza seminário, na divisa MG-ES, para apresentar projetos

Construção do Complexo Portuário de Urussuquara, em São Mateus, e da Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo, que ligará o porto a Sete Lagoas (MG).

  Por Redação

  14.maio.2019 às 11:37Atualizado em 14.maio.2019 às 11:45

Depois do sucesso que foi o encontro com lideranças mineiras em Governador Valadares, a Petrocity Portos S.A. realizará o seu seminário de desenvolvimento regional na divisa de Minas e Espírito Santo, entre Mantena e Barra de São Francisco, para apresentar os projetos de construção do Complexo Portuário de Urussuquara, em São Mateus, e da Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo, que ligará o porto a Sete Lagoas (MG).

O presidente da Petrocity, José Roberto Barbosa da Silva, acertou com os prefeitos de Mantena, João Rufino Sobrinho (PSB), e de Barra de São Francisco, Alencar Marim (PT), para a realização do evento no próximo dia 31 de maio, uma sexta-feira, no cerimonial localizado na área do aeroporto da cidade mineira, em Bananal, bem na divisa com o Espírito Santo.

O seminário está sendo realizado a convite da Associação dos Municípios da Microrregião Leste de Minas (Assoleste), cujo novo presidente, Dego Reis, prefeito de Itabirinha, toma posse nesta quarta-feira (15).

Os representantes da Assoleste participaram do seminário realizado em abril em Governador Valadares (MG) e ficaram entusiasmados com as perspectivas de desenvolvimento que serão abertas com os novos projetos.

ENVOLVIMENTO

“Combinamos com o pessoal da Assoleste que o seminário será realizado em conjunto com as lideranças políticas e empresariais da região Noroeste do Espírito Santo, já que há uma integração grande na divisa e tudo o que acontece de um lado impacta o outro. O João Rufino se propôs a ser o anfitrião, juntamente com o Alencar. São duas cidades-irmãs, que se desenvolvem juntas”, disse José Roberto Barbosa, CEO da Petrocity.

Em Governador Valadares praticamente foi o lançamento do projeto da EFMES, que no seminário de Bananal já deverá ter apresentados os estudos do traçado, que estão sendo coordenados pela engenheira de ferrovias Ana Flávia Azeredo.

A ferrovia terá seu curso em paralelo à BR 381, que será duplicada entre Belo Horizonte e Governador Valadares, conforme anúncio feito pelo Ministério da Infraestrutura.

A modelagem do empreendimento ainda está sendo definido nesses estudos. A Petrocity já entrou no Minfra com o pedido de concessão, enquanto aguarda a tramitação do Projeto de Lei do Senado (PLS), de autoria de José Serra (SP), que, se aprovado, permitirá a construção de ferrovias particulares sob o regime de autorização, pertencendo aos seus empreendedores e não mais à União.

A empresa já entrou no Ibama nos próximos dias com o pedido de aprovação do termo de referência de licença ambiental também para a ferrovia.

José Roberto de Oliveira disse que a Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo deverá ter sua primeira etapa, ligando o porto a Governador Valadares, concluída até 2025: “Com a duplicação da BR 381, poderemos fazer uma perfeita integração dos modais rodoviário e ferroviário para fazer as mercadorias chegarem ao porto para exportação e no sentido contrário a interiorização de importações, imprimindo uma nova dinâmica na economia”.

Enquanto isso, a Petrocity aguarda a emissão da licença ambiental pelo Instituto Estadual de Meio-Ambiente (IEMA), do Espírito Santo, para obter a licença de instalação e começar a construir o Complexo Portuário de São Mateus. “Já entregamos todos os documentos adicionais com as informações que o IEMA exigiu e agora só dependemos do trabalho interno do órgão capixaba”, disse José Roberto.

AREA PORTUÁRIA

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários – ANTAQ já reconheceu como “área portuária” a área apresentada pela Petrocity em Urussuquara para construção do Centro Portuário e, no dia 15 de abril, publicou o chamamento público para eventuais interessados na construção de um porto na região, com base no pedido feito pela Petrocity Portos S.A. e protocolado na agência no dia 6 de novembro de 2018, para construção e exploração de um terminal portuário privativo.

O prazo de 30 dias para manifestações termina nesta quarta-feira, dia 15 de maio.

O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), líder do Governo e representante da região Noroeste na Assembleia Legislativa, é um apoiador dos projetos da Petrocity: “Esses dois projetos vão trazer um novo impulso para o desenvolvimento da região Norte, com forte impacto sobre o Sul da Bahia e Leste de Minas. Estamos empenhamos em remover todas as barreiras que surgirem para sua execução”.


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.