Karoline Lima, de 28 anos, usou as redes sociais nesta sexta-feira, 24, para desabafar contra as atitudes do ex, Éder Militão, de 26 anos, com quem tem uma filha, Cecília, de 1 ano e 8 meses. A influenciadora revelou que foi processada pelo craque do Real Madrid e ainda o acusou de demitir a sua empregada doméstica e de não pagar a professora de natação de Cecília como uma suposta forma de retaliação.

"Fale o que quiser sobre mim, invente o que você quiser sobre mim, que a gente vai se resolver na Justiça, mas agora não tente prejudicar uma pessoa humilde, uma pessoa trabalhadora, uma pessoa que está aqui para ajudar, inclusive no momento que você não está", iniciou Karoline.

Na sequência, ela explicou aos seguidores: "Essa pessoa que está aqui em casa foi contratada por Éder Militão para cuidar da Cecília, cuidar da alimentação, da organização do quarto dela, da limpeza, das roupas dela, tudo isso. Já que a Cecília está no Rio de Janeiro, ela também está no Rio de Janeiro para cuidar da Cecília. E onde a Cecília estiver, ela vai estar para cuidar dela, mas essa funcionária acabou de receber uma ligação do contador do pai da Cecília dizendo que ela estava demitida simplesmente pelo fato dela estar no Rio de Janeiro, onde ela devia estar", explicou.

Karol ainda compartilhou um vídeo em que mostra parte da conversa entre a funcionária e um suposto funcionário de Militão.

"Não cheguei a demitir e contratar outra porque, teoricamente, a gente não fez a mudança para o Rio de Janeiro, e ele está prejudicando uma inocente, uma prestadora de serviço, uma pessoa que é, inclusive, contratada por causa do nosso acordo. Isso é, sinceramente, a maior baixaria que ele pode fazer só porque a gente está no Rio de Janeiro", acrescentou.

Karoline também descobriu que a professora de natação de Cecília estava sem receber o seu pagamento. "É sujo, é baixo, e ele não está prejudicando uma pessoa só, que é a minha funcionária do lar, ele está prejudicando a professora de natação, que é R$ 800. Acabei de saber que ela está sem receber porque ele está com essa birra porque a menina não está em São Paulo", desabafou. 

A influenciadora ainda lembrou os seguidores que possui um acordo judicial com Militão sobre a pensão de Cecília. O acordo prevê que o jogador não transfira dinheiro para Karoline, mas, sim, pague diretamente os funcionários, aulas e necessidades da filha. 

"Só aceitei a merda desse acordo, que foi ridículo, porque eu queria paz. [...] Eu não recebo um centavo dele, ele paga direto. Ele quis fazer isso para me manipular, que é o que ele está fazendo agora", finalizou. 

Atualmente, Karoline namora Léo Pereira, do Flamengo. Já Militão vive um relacionamento com a ex de Leo, Tainá Castro. 

"Eu tava tentando preservar o que ainda resta da imagem dele" - Lima, Karoline 2024.