Folha do ES
Qua, 8 de Abr
HECI Páscoa

.Home     Colunistas     Jackson Rangel Vieira

Victor Coelho, de Davi a Golias


Jackson Rangel Vieira

Jackson Rangel Vieira

Jornalista. Criador do primeiro jornal diário impresso fora da Capital do Espírito Santo. Vanguardista no lançamento do primeiro site fora da Capital. Um dos primeiros do Estado em investir nas redes sociais, com cerca de 200 mil seguidores só no twitter. Defensor incondicional da liberdade de expressão.

Ver todos os artigos

  19.março.2020

O prefeito de Cachoeiro de Itapemirim-ES, Victor Coelho (PSB), personificou enquanto candidato em 2016 a imagem de Davi, o "homem segundo o coração de Deus". Ele disputou a eleição com apenas três partidos: PSB, PCdoB e PP. Do outro lado, o Golias, um gigante com dezenas de partidos com escudo e espada. Resultado, o socialista derrubou o adversário com uma pedrada na testa.

O momento de hoje inspira análise em paralelismo dentro do mesmo contexto. Agora, Victor Coelho virou o Golias, com forte armamento e torcida de quase todo universo partidário contra um Davi que ainda não se apresentou. O "filho de Jessé" terá apenas dois ou três partidos do seu lado. Para o prefeito, a história pode se repetir de forma inversa. Victor terá a testa grande que se arvora para ser atingido e levado à decapitação.

Há casos em que é necessário se valer de metáforas ou figura de linguagem para melhor tentar expor uma ideia, um pesamento e até um ato. A política de dreno praticada pelo prefeito, sugando como buraco negro o universo partidário que lhe ameaça, pode se transformar num ambiente insípido para dentro do seu palco aonde domina a arte de atuar. Nele, desejar "vai à merda" dá sorte antes da representação.

O curioso que nos dias atuais aplica-se o conceito minimalista. Quanto menos, mais; e quanto mais, menos. Já foi tempo em que espaço demasiado de televisão fazia a grande diferença. Agora, a luta é dentro do ringue das redes sociais, chamada terra de ninguém, que deverá corresponder 70% do caminho para a vitória nesta eleição. O fake morre em instantes. A verdade mata a mentira com rapidez.

Hoje, em Cachoeiro de Itapemirim, não passam de três a quatro partidos com plena independência para atravessar esse quebra-mola eleitoral. De imediato, inclui-se o PSDB, o DEM, PR e até o MDB interventivo. Os demais, como PSD, PP e mesmo o PMN, seus líderes estaduais têm proximidade com o projeto do prefeito na parte de cima da prateleira.As estaduais apresentam garantias hoje, porém amanhã...depois de amanhã.... Existem outras siglas que vão caminhar para aonde o vento sobrar mais forte.

Davi virar Golias tem quase simetria com o clássico "Médico e o Monstro" de Robert Louis Stevenson, em 1886.

Comentários Facebook


Enquete


Em qual desses candidatos você votaria para Presidente da República em 2022?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.