Folha do ES
Qua, 8 de Abr
HECI Páscoa

.Home     Colunistas     José Roberto Padilha

Cafajeste


José Roberto Padilha

José Roberto Padilha

José Roberto Padilha, jornalista, cronista, escritor, técnico de futebol e ex-jogador de futebol profissional, com passagens pelo Fluminense, Flamengo e Santa Cruz de Recife.

Ver todos os artigos

  21.fevereiro.2020

Cafajeste é o melhor sinônimo de biltre, desprezível e vulgar.

Somente um Cafajeste seria capaz de fazer o que ele fez diante das câmeras de TV atacando a honra da jornalista Patrícia Campos de Mello. Suas palavras tornam Jair Bolsonaro tão nocivo quanto difamador, populista prepotente, truculento, intolerante, autoritário e antidemocrático.

Em casa, seria como se um sobrinho entrasse na sala, com tia e avó sentadas tricotando, e proferisse uma obscenidade daquele tamanho. Cafajeste é aquele tipo de homem que se dirige às mulheres sempre de um ponto de vista de dominância sexual, como se elas fossem simples coadjuvantes do seu prazer.

Um cafajeste tem na sua natureza a malícia. Faz gracinhas de caráter erótico e dá risadinhas. Algumas vences convence, sobretudo quando é poderoso. Na porta do Alvorada, arrancou gargalhadas de algumas mulheres da sua claque.

Cafajeste não ataca homens, só mulheres, porque equivocadamente as julga mais frágeis. Não se esqueçam da sua filha Laura, que nasceu, segundo ele, porque fraquejou e não conseguiu produzir mais um homem.

Patrícia Campos Mello é uma mulher muito mais forte que o homem Bolsonaro. Tem um currículo cem vezes melhor e mais rico do que o seu detrator.

Patrícia busca a verdade. Bolsonaro foge da realidade.

• Ascânio Seleme, O globo, Opinião, pag 3, Quinta-feira, 20/02/20

Comentários Facebook


Enquete


Em qual desses candidatos você votaria para Presidente da República em 2022?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.