Folha do ES
Ter, 11 de Ago
30 anos da FOLHA DO ES

.Home     Colunistas     Luiz Carlos Amorim

Bibliotecas Fechadas


Luiz Carlos Amorim

Luiz Carlos Amorim

Luiz Carlos Amorim é Coordenador do Grupo Literário A ILHA em SC, com 33 anos de atividades e editor das Edições A ILHA, que publicam as revistas Suplemento LIterário A ILHA e Mirandum (Confraria de Quintana), além de mais de 50 livros.

Ver todos os artigos

  17.março.2014

A propósito do artigo “As Bibliotecas prometidas”, sobre a falta de bibliotecas em muitas escolas públicas e mais uma promessa do poder público de resolver o problema, chamou-me a atenção o texto de Galeno Amorim, a respeito do não zeramento do número de municípios brasileiros sem bibliotecas. A minha ênfase foi sobre as bibliotecas escolares, mas uma cidade sem biblioteca, por menor que seja, é uma situação inaceitável.

Galeno foi presidente da Fundação Biblioteca Nacional e, segundo ele, quando deixou a casa, no ano passado, estavam sendo entregues os últimos kits para montagem de biblioteca aos municípios que ainda não as tinham. O principal vem agora: centenas de municípios que receberam os kits ainda não tinham aberto as suas bibliotecas. A justificativa, conforme o texto: “para muitos prefeitos manter uma biblioteca aberta dá um trabalhão danado, por menos que façam. Sendo assim, justificam esses, melhor nem abrir...”

Dá pra acreditar? Dá trabalho promover cultura e educação, não há verba, não há pessoal, não há espaço. Conheço essa história de cor. Nosso grupo literário, que existe há quase 34 anos, nunca conseguiu um espaço para reuniões e estudo, por todas as cidades onde teve sua sede. Fazíamos o atendimento de escritores iniciantes que procuravam a Casa da Cultura, em Joinville, por exemplo, a qual por sua vez, mandava as pessoas para nós. Mesmo assim não conseguíamos espaço.

Então, não duvido da veracidade do fato. Mas o mais grave é que para outras finalidades bem menos importantes, quase sempre, há verba, como carnaval, como a farra da Fifa, em Florianópolis, que teve o “patrocinío” do governo do Estado, etc., etc.

Mas tem mais no texto lido, igualmente terrível: a notícia de que muitos municípios acabam fechando suas bibliotecas. Sim, bibliotecas vêm sendo fechadas, sistematicamente. Por falta de leitores, dizem. Sinal de que o descaso com a educação brasileira está dando frutos. Mas, a bem da verdade, o motivo principal do fechamento de bibliotecas é que o poder público acaba cortando os pagamentos de tudo o que é necessário para a manutenção dos espaços, até que eles tenham que ser fechados, por não ter mais condições de receber ninguém.

É lamentável que alguns de nossos prefeitos deem tão pouca importância ao valor da educação de seus eleitores. E o pior é que não são só os prefeitos.

Comentários Facebook


Enquete


Como está a segurança pública na sua região?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.