Folha do ES
Sex, 24 de Mai
DETRAN

.Home     Colunistas     Mario Eugenio Saturno

A Sabedoria


Mario Eugenio Saturno

Mario Eugenio Saturno

Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e congregado mariano.

Ver todos os artigos

  02.maio.2019

Sinto um pouco de tristeza pelos cristãos que não são católicos, faltam-lhes sete livros, na Bíblia deles. Não deixa de ser curioso, eles aceitam a seleção do Novo Testamento, mas recusam a do Velho Testamento, preferem a seleção dos judeus. Estranho, não? Um desses livros que não aceitam é o da Sabedoria, cuja autoria era atribuída a Salomão, mas foi escrito no primeiro século antes de Cristo provavelmente.

Nossos irmãos separados perdem algumas preciosidades como as que seguem. Amai a justiça, vós que governais a terra, tende para com o Senhor sentimentos perfeitos, e procurai-o na simplicidade do coração, porque ele é encontrado pelos que o não tentam, e se revela aos que não lhe recusam sua confiança; com efeito, os pensamentos tortuosos afastam de Deus, e o seu poder, posto à prova, triunfa dos insensatos.

A Sabedoria não entrará na alma perversa, nem habitará no corpo sujeito ao pecado; o Espírito Santo educador (das almas) fugirá da perfídia, afastar-se-á dos pensamentos insensatos, e a iniquidade que sobrevém o repelirá. Sim, a Sabedoria é um espírito que ama os homens, mas não deixará sem castigo o blasfemador pelo crime de seus lábios, porque Deus lhe sonda os rins, penetra até o fundo de seu coração, e ouve as suas palavras. (Sab 1,1-6)

Ouvi, pois, ó reis, e entendei; aprendei vós que governais o universo! Prestai ouvidos, vós que reinais sobre as nações e vos gloriais do número de vossos povos! Porque é do Senhor que recebestes o poder, e é do Altíssimo que tendes o poderio; é ele que examinará vossas obras e sondará vossos pensamentos! Se, ministros do reino, vós não julgastes equitativamente, nem observastes a lei, nem andastes segundo a vontade de Deus, ele se apresentará a vós, terrível, inesperado, porque aqueles que dominam serão rigorosamente julgados. Ao menor, com efeito, a compaixão atrai o perdão, mas os poderosos serão examinados sem piedade. O Senhor de todos não fará exceção para ninguém, e não se deixará impor pela grandeza, porque, pequenos ou grandes, é ele que a todos criou, e de todos cuida igualmente. É a vós, pois, ó príncipes, que me dirijo, para que aprendais a Sabedoria e não resvaleis, porque aqueles que santamente observarem as santas leis serão santificados, e os que as tiverem estudado poderão justificar-se.

Anelai, pois, pelas minhas palavras, reclamai-as ardentemente e sereis instruídos. Resplandescente é a Sabedoria, e sua beleza é inalterável: os que a amam, descobrem-na facilmente. Os que a procuram encontram-na. Ela antecipa-se aos que a desejam. Quem, para possuí-la, levanta-se de madrugada, não terá trabalho, porque a encontrará sentada à sua porta.

Ela mesma vai à procura dos que são dignos dela; ela lhes aparece nos caminhos cheia de benevolência, e vai ao encontro deles em todos os seus pensamentos, porque, verdadeiramente, desde o começo, seu desejo é instruir, e desejar instruir-se é amá-la. Mas amá-la é obedecer às suas leis, e obedecer às suas leis é a garantia da imortalidade. Ora, a imortalidade faz habitar junto de Deus; assim o desejo da Sabedoria conduz ao Reino! É no grande número de sábios que se encontra a salvação do mundo, e um rei sensato faz a prosperidade de seu povo (Sab 6,1-25).

Comentários Facebook


As Mais Lidas


Enquete


Em 2020 você pretende repetir os votos nos candidatos a vereador e a prefeito?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.