Folha do ES
Qua, 5 de Ago
30 anos da FOLHA DO ES

.Home     Colunistas     Max Ladeira

Não vote em candidato de Casagrande


Max Ladeira

Max Ladeira

Max Ladeira é Cachoeirense e trabalhou boa parte da sua vida na imprensa do Rio. Palestrante, escritor, e declaradamente humanista, ele escreve sobre seu cotidiano, política e relacionamento em sua coluna. Radialista e jornalista.

Ver todos os artigos

  26.junho.2020

Uma coisa precisa ficar bem clara para todos aqueles que querem ver o governo estadual fora do poder:Se Renato Casagrande for derrotado nas urnas em 2020, também o será em 2022. Portanto, se faz necessário derrubá-lo agora - nessa eleição - não elegendo qualquer candidato que tenha o seu apoio.



Com um governo mediano -que nem de longe chega perto do seu antecessor- essa administração “socialista” enterra a economia, abrindo espaço para que forasteiros -como o atual secretário de saúde- dite os rumos do empresariado, obrigando a todos- mesmo aqueles que praticam as medidas de segurança contra o vírus- a fecharem as suas portas -desempregando milhares de pessoas- instalando um caos econômico no estado que só será sentido de verdade, daqui a alguns meses.

A queda da “República de Castelo” precisa começar por Cachoeiro. Afinal, foi através dos recursos dessa cidade que o atual governo estadual chegou ao poder, onde, os principais nomes do PSB se mantiveram financeiramente durante muito tempo -em cargos de primeiro escalão- com a benção do prefeito Victor Coelho.

Como disse Manato certa vez: “Votar no PSB é votar no PT”. Por falar no partido do Lula, por incrível que pareça, já tem gente sentindo saudades do Casteglione em Cachoeiro, isso, diante da péssima administração municipal que o PSB faz. Agora, independente da cidade de quem está me lendo neste momento, se o Renato gritar: “TEM O MEU APOIO”, vote no candidato contrário. Fazendo isso, você estará impedindo a reeleição de um governo que não condiz com as promessas que foram apresentadas em 2018.

Fora de propósito, mas, valendo a alfinetada: o PSB há pouco tempo vivia perguntando: “Cadê o Queiroz”? Pronto, acharam. Agora vai a minha pergunta para o PSB: Cadê o Vasco Cunha, aquele ex-presidente do Banestes -amigo do Casagrande- que foi preso um dia depois de assumir?

Perguntar não ofende, né!?

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.