Folha do ES
Qui, 27 de Fev

.Home     Colunistas     Usiel Carneiro de Souza

A RIQUEZA DO MUNDO: PESSOAS!


Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza Teólogo e Administrador de Empresas

Ver todos os artigos

  10.fevereiro.2020

Vocês são o sal da terra. Mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, exceto para ser jogado fora e pisado pelos homens. Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte.” (Mateus 5.13-14)

Imagine aquelas pessoas do primeiro século ouvindo as palavras de Jesus. Elas eram parte de uma sociedade marcada por opressão civil e religiosa. Os romanos os oprimiam e os líderes religiosos os exploravam. Estavam sempre em dívida. Naquelas condições, não eram bons o bastante. Quando somos submetidos ao descaso e desrespeito, chega um momento em que achamos que realmente não temos valor. Mas Jesus lhes diz: “Vocês são especiais. São a razão deste mundo existir! Se vocês deixarem de acreditar nisso, tudo estará perdido.” Sim, esse é também o sentido destas palavras de Jesus. Porque elas não foram ditas em perspectiva unicamente espiritual, mas também existencial. Tantas vezes somos incapazes de lê-las assim. Ignoramos que isso seja também parte do coração de Deus. Mas é! Também as palavras de Jesus têm caráter antropológico e social. O Mestre estava falando também sobre a vida e o valor de cada uma daquelas pessoas.

Alguns podem pensar que considerar esse sentido para as palavras de Jesus seja transformá-las em autoajuda. Mas tal julgamento decorre do enclausuramento típico da ótica religiosa. Sua natureza leva ao estreitamento das dimensões do Evangelho. Mas o Evangelho é muito maior. Ele é a boa nova do Reino de Deus que chegou para restaurar e curar. As bem-aventuranças nos mostram isso. Os tradicionalmente infelizes, tornam-se os bem-aventurados! Jesus no texto de hoje e demais textos do Sermão do Monte, está colocando as coisas na ordem certa: o que dá sentido ao mundo criado é o ser humano que nele vive. Quando o ser humano perde o seu senso de valor ou quando um ser humano despreza e oprime o outro, estabeleceu-se a contradição do propósito da criação. O Criador é ofendido. E isso acontece tantas vezes! O Reino veio para denunciar e opor-se a isso. Por isso Jesus ocupa-se de restaurar a dignidade e o valor daquelas pessoas. Ele faz o mesmo conosco e nos envia anunciar o verdadeiro valor de cada ser humano.

O pecado é mais que uma coisa feia e reprovável. É a contradição do coração de Deus. Santificar-se é mais que apenas atender as regras morais de nossa religião, é reaprender a viver e a colocar as coisas certas nos lugares certos. É compreender a sacralidade da vida e o valor do ser humano. Ser alcançado pelo Reino de Deus é estar num caminho de aprendizado sobre tudo isso. No Reino de Deus recebemos Seu amor e desfrutamos Sua presença. Podemos por isso viver de forma nova, que é, na verdade, a antiga e primeira forma de viver no mundo, pois é a forma como Deus pretendeu que vivêssemos desde o princípio: vivermos amando e servindo uns aos outros; colocando as coisas, as riquezas, os talentos e dons à serviço da vida e para a glória de Deus. Para ser sal e luz precisamos saber o valor que temos e jamais perder de vista o valor do nosso próximo. O Reino de Deus veio a nós para que isso aconteça. Sejamos sal e luz!

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.