Folha do ES
Seg, 3 de Ago
30 anos da FOLHA DO ES

.Home     Colunistas     Usiel Carneiro de Souza

NOSSA VIDA E ESTE TEMPO


Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza Teólogo e Administrador de Empresas

Ver todos os artigos

  25.março.2020

“Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu: tempo de nascer e tempo de morrer, tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou” (Eclesiastes 3.1-2)

Viver a vida não é tarefa fácil. A vida é complexa, mas uma complexidade diferente. Nós a percebemos apenas em determinadas circunstâncias. No restante do tempo a vida nos parece trivial e naturalmente destinada a dar certo. É como andar. A fisiologia de uma caminhada é altamente complexa, mas não percebemos isso. Um conjunto complexo de músculos, a estrutura óssea, o sistema nervoso, os comandos precisos do cérebro, tudo funcionando harmonicamente nos propicia um equilíbrio tal, distribuindo o peso corporal em função das condições de cada parte e do solo por onde caminhamos, que andar nos parece algo muito simples. Mas, é altamente complexo. A prova disso fica evidente quando alguém que sofre um dano cerebral precisa reaprender a caminhar. É preciso muito esforço e o progresso é lento. Quando tudo está bem, há certas complexidades que nos passam totalmente despercebidas.

Assim também é com a vida. Parece trivial viver. Mas não é! Viver é mais que estar vivo, embora haja situações em que estar vivo é o máximo. Viver é mais que ter saúde, embora haja momentos em que estar com saúde seja a maior das dadivas. Viver envolve tantos equilíbrios, de tantos aspectos, de tantas dimensões! Viver requer a sabedoria de equilibrar experiências complementares e opostas como descanso e trabalho, dormir e estar alerta, comer e não comer, estar alegre e enfrentar tristeza e estar com outros e estar sozinho. O texto de Eclesiastes propõe-se a nos ensinar a viver. E nele, nos versos de hoje, somos alertados de que a vida nos impõe tempos, ocasiões. Nem sempre poderemos escolher ou criar os tempos de nossa vida. Mas podemos agir com sabedoria e aproveitar as oportunidades de cada tempo. Não gostamos de enfrentar os tempos que nos são impostos pela vida. Agora mesmos estamos vivendo isso, logo, é hora de crescermos em sabedoria. Os bons tempos nos levam a trivializar a vida. Tudo parece fácil. Os tempos difíceis nos mostram outras coisas. Não raramente, são eles que forjam nossas mais belas virtudes.

Viver é complexo e precisamos ser cuidadosos tanto quanto aprender a relaxar. Não somos competentes o bastante para sozinhos desenvolvermos o equilíbrio necessário à vida. Precisamos da ajuda de Deus. Sem sua presença, sem Seu amor, sem Sua graça, sem o abraço e a comunhão com Deus, a vida jamais será o que poderia ser. Ele não torna desnecessárias as demais coisas. De forma alguma! E nem é Seu propósito isso. Ele nos criou e nos fez parte de um mundo que também é parte necessária à nossa vida. Mas sem Ele todas as demais coisas não serão bastantes. Sem Ele, o mundo todo não é bastante. Por isso, neste tempo de isolamento, seja em família ou na solidão da vida de solteiro, aproveitemos as oportunidades para desenvolver e aprofundar nosso relacionamento com Deus. Sejamos mais igreja que jamais fomos! Podemos orar, cantar, ouvir canções. Temos uma agenda virtual para estarmos juntos! Podemos ler e refletir. Podemos cuidar melhor da vida. Podemos pensar em outras vidas. Orar por pessoas mais vulneráveis a este tempo que nós. Gente sem rendimentos, famílias em casas insalubres, crianças desprotegidas, moradores de rua… O que este tempo produzirá em nossa vida? Isso dependerá do que produziremos durante este tempo. Viva-o em comunhão com Deus e produza vida! Para si e para outros.

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.