Folha do ES
Sáb, 19 de Jun
Receitas

.Home     Colunistas     Usiel Carneiro de Souza

Um padrão desafiador


Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza Teólogo e Administrador de Empresas

Ver todos os artigos

  07.maio.2021

Paulo encerra sua carta com essas palavras dirigidas aos irmãos de Filipos. São orientações e parecem ser também palavras de uma oração. Ele estabelece um padrão alto para a vida deles e esse padrão dirige-se a todos nós, que cremos no Evangelho. O que ele pede e pelo que ora é algo maravilhoso, tanto quanto desafiador. De que maneira pessoas como nós, fracas e contraditórias, que fracassam em manter uma dieta, em controlar o próprio orçamento, poderemos viver mantendo-nos cheios apenas de tudo o que for verdadeiro, de tudo o que for nobre, de tudo o que for correto, de tudo o que for puro, de tudo o que for amável, de tudo o que for de boa fama? Como poderemos orientar nossa mente para que, em lugar de maus pensamentos, pensemos apenas no que for excelente e digno de louvor? Independente do quanto possa ser difícil, uma coisa é verdadeira: precisamos decidir que é isso que queremos. E precisamos de atitudes que nos apoiem nessa decisão.

Nosso maior desafio será lidar conosco mesmos. Sempre. Afinal, já refletimos sobre o quanto nossa natureza humana é fraca e suscetível a transgredir. O nosso coração, segundo lemos na profecia de Jeremias, é enganoso e incurável (Jr 17.9). É dele que, segundo Jesus, procedem os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as imoralidades sexuais, os roubos, os falsos testemunhos e as calúnias (Mt 15.19). Esse fluxo indesejável deve ser objeto de nosso cuidado! Um novo fluxo, cheio de vida e saudável, precisa substitui-lo, superá-lo. Nosso coração precisa de mudanças, nossa alma precisa de cuidados. Deus nos ama. Não corremos riscos diante dele por sermos fracos e limitados. Mas podemos trabalhar para ser melhores e honrá-lo. E Ele caminhará conosco nisso. Não poderemos sem Ele.

Por isso, ande sempre com Deus. A ideia de andar com Deus envolve vida de oração, reflexão, leitura bíblica. Pode também envolver jejum, solitude, canções. Conecte-se com pessoas que queiram o mesmo. A vida de comunhão é fundamental para a vida de crescimento espiritual. Um pequeno grupo de comunhão e apoio é indispensável. Sirva a quem precisar, seguindo o exemplo Jesus. Queira ser bom e queira o bem do próximo, compadeça-se do necessitado; em lugar de odiar, escolha amar. Coopere para que haja mais união à sua volta; para que conflitos sejam superados; anime os abatidos, console os feridos, levante os caídos. A melhor estratégia para não fazer o mal, é ocupar-se com o bem (Rm 12.21). Se não conseguir lembrar-se cada uma dessas coisas, faça o seguinte: ame a Deus sobre tudo e ao seu próximo como a si mesmo. Naturalmente todas essas cosias farão parte e muitas outras. A saúde física exige cuidado e atenção intencional. E a saúde espiritual também. Cuide de si mesmo. O padrão apontado por Paulo é alto, mas é equivalente ao valor da nossa vida. Cuide-se!

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.