Folha do ES
Dom, 25 de Jul
Receitas

.Home     Colunistas     Usiel Carneiro de Souza

Apenas rascunho


Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza

Usiel Carneiro de Souza Teólogo e Administrador de Empresas

Ver todos os artigos

  03.junho.2021

Há uma recomendação universal, muito importante, que não está explicitamente colocada nas Escrituras, mas que deve ser considerada se desejamos viver adequadamente os valores presentes nas Escrituras. Uma recomendação que é tanto uma consequência quanto um incentivo à humildade. Uma recomendação que nos ajuda a lidar melhor com nosso humor, especialmente quando ele não está dos melhores. Um salvo conduto quando trilhamos um tipo de caminho que nos fez pesados, chatos e prontos a reagir negativamente. Uma recomendação que facilitará consideravelmente nossos relacionamentos e nos ajudará bastante na conciliação de questões divergentes. A recomendação é: “não se leve demasiadamente a sério!”. Isso mesmo, seja mas flexível e ria com mais facilidade de si mesmo. Afinal, você é apenas um rascunho do que virá a ser. Você, eu e todos nós! Então aceite mais facilmente críticas e considere rejeições algo natural – ninguém jamais será uma unanimidade. Deus ama e compreende você, não as pessoas, necessariamente! Esteja mais aberto a pensar, considerar e reconsiderar. Isso não significa ser alguém sem convicções. Isso significa estar aberto para avaliar, aprender e crescer. As vezes somos possuídos por certezas e valores que podem ser melhor compreendidos e alguns até mesmos revistos. Ainda não vemos tão bem quanto precisamos. Não vivamos iludidos. Na medida em que avançarmos, que nos tornarmos obras mais finalizadas, com a ação de Deus em nossas vidas, poderemos ver melhor. É uma tolice ser rígido e incapaz de ouvir e considerar. De abrir-se para avaliar possibilidades ainda não avaliadas. Não precisamos ter esse medo. Temos as Escrituras, temos a comunidade cristã e temos o Espírito Santo. Temos excelentes chances de crescer, de corrigir, de acertar. Vivemos num mundo cheio de mentiras e mas, pelo Espírito Santo, podemos ser guiados a toda verdade (Jo 16.13). Uma verdade que é viva, que resulta da comunhão com Deus. O Deus que se deu a nós em Cristo, o Emanuel, o Deus conosco, que entrou em nossa história e nela continua. Uma verdade que nos faz amorosos, amigos, misericordiosos e mensageiros da graça que redime. Não se leve tão a sério. Leve o Espírito Santo a sério! Submeta-se a Ele! É como podemos avançar do rascunho que somos para a obra prima que Deseja deseja que sejamos.

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.