Uma jiboia de aproximadamente 1,5 metro de comprimento foi resgatada do ralo do banheiro de uma casa em obras na cidade de Goiatuba, no sul de Goiás, na manhã da quinta-feira, dia 23. Como nenhum morador estava presente no local, os trabalhadores da obra acionaram o Corpo de Bombeiros.

A equipe especializada em resgate de animais silvestres utilizou pinças específicas para capturar a serpente, que não apresentava ferimentos. A jiboia foi devolvida em segurança ao seu habitat natural, em uma área de mata distante da região urbana.

Sobre a espécie
As jiboias são consideradas a segunda maior espécie de serpente do Brasil, perdendo apenas para a sucuri. Apesar do tamanho, elas geralmente não representam grande risco aos humanos, apresentando comportamento pacífico. Em cativeiro, esses répteis podem viver entre 20 e 35 anos.

São serpentes constritoras, ou seja, utilizam o próprio corpo para se enrolar e comprimir suas presas antes de se alimentarem, não possuindo veneno. Sua dieta consiste principalmente em mamíferos, aves e anfíbios.

Segundo informações da Fundação Jardim Zoológico de Brasília, as jiboias não estão ameaçadas de extinção e podem ser encontradas em florestas tropicais, cerrados e caatingas em todas as regiões do Brasil.

Orientações


O Corpo de Bombeiros orienta a população para não tentar capturar serpentes caso encontrem um desses animais dentro de casa. É importante tratar todas as serpentes como se fossem peçonhentas, evitando aproximações excessivas e mantendo vigilância à distância segura. Em caso de aparição de uma serpente, acione o Corpo de Bombeiros através do telefone 193 para que o animal seja capturado e levado de forma segura para um local adequado.