Folha do ES
Sáb, 18 de Jan
HECI AMBULATÓRIO

Home   Estilo     Celebridades


Globo sem 'mocinhas': veja sete atrizes do alto escalão dispensadas

Globo sem 'mocinhas': veja sete atrizes do alto escalão dispensadas

A emissora demitiu, recentemente, Isabella Santoni, promessa de sucesso para as novelas

  Por Redação

  27.novembro.2019 às 16:48Atualizado em 27.novembro.2019 às 17:28

A TV Globo não tem poupado nem as famosas mocinhas — atrizes do alto escalão que já brilharam como protagonistas de novelas e foram promessa da emissora nos tempos dourados.

Conforme apontado pelo site Notícias da TV, muitos rostos bonitos deixaram a Globo nos últimos anos.

Dentre eles, Bianca Bin, mocinha de O Outro Lado do Paraíso (2017); Carolina Ferraz, que esteve em Haja Coração (2016); e Fernanda Vasconcellos, hoje trabalhando na série 3%, da Netflix.

Isabella Santoni foi a mais nova dispensada do canal. Nesta semana, foi revelado que a atriz estará na série A História de Pedro Dom, do serviço de streaming Amazon Prime Video.

Veja abaixo atrizes do alto escalão que passaram pelo serrote do corte de gastos da Globo:

Malu Mader: a atriz esteve na Globo por 35 anos, mas deu fim ao trabalho na casa em 2018.

Na última década, contudo, Malu havia feito somente quatro novelas, o que o canal carioca considerou pouco e, portanto, a dispensou.

Isabella Santoni: a atriz brilhou em Malhação: Sonhos (2014), quando assinou contrato com a Globo.

Contudo, o mau desempenho de Letícia em A Lei do Amor (2016) comprometeu a estadia de Isabella na emissora.

Em 2018, ela teve um papel pequeno em Orgulho e Paixão. Há alguns meses, porém, o contrato foi quebrado, e agora a ex-gloval viverá uma funkeira em A História de Pedro Dom.

Bianca Bin: a global fez sucesso com a mocinha Clara em O Outro Lado do Paraíso (2017). Depois disso, porém, se recusou a fazer Josiane em A Dona do Pedaço (2019). Com o fim do contrato, ela foi tirada da novela Salve-se Quem Puder, que deve estrear após Bom Sucesso.

Carolina Ferraz: dispensada em 2017, a atriz esteve na Globo por 25 anos. Emplacou 16 novelas, sendo sua última Haja Coração (2016).

Ela, porém, processou a emissora devido a direitos trabalhistas e virou inimiga do canal.

Fernanda Vasconcellos: estrelando a série 3%, da Netflix, a ex-global também esteve em Haja Coração (2016).

Ela decidiu mudar de ares, migrando para produções cinematográficas. Fernanda também esteve na série Coisa Mais Linda e dublou a animação Klaus.

Maitê Proença: após a novela Liberdade, Liberdade (2016), a ex-global foi uma das maiores apostas da emissora nas décadas de 1980 e 1990.

Assim como Carolina, Maitê recorreu por direitos trabalhistas. Ela atuou na série Bruna Surfistinha, da Fox, recentemente.

Alessandra Negrini: a artista esteve em apenas três novelas nos últimos 10 anos. Deixou a casa por gostar de interpretar vilãs ao invés de mocinhas.

Desde então, esteve na série Samantha!, da Netflix, e será protagonista de Cidades Invisíveis, próxima produção brasileira do serviço de streaming.


Fonte: TV Notícias

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.