Folha do ES
Seg, 8 de Mar

Home   Estilo     Celebridades


Carlinhos Maia e prefeito de Maceió serão intimados pelo Ministério Público

Carlinhos Maia e prefeito de Maceió serão intimados pelo Ministério Público

O órgão tomou a atitude de investigar o humorista e o político após o comediante dizer que foi convidado para ser um dos primeiros de Alagoas a receber a vacina para Covid-19

  Por Leandro Bettecher

  22.janeiro.2021 às 09:46

Carlinhos Maia e o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PSB), irão ser intimados pelo MP-AL (Ministério Público de Alagoas) na próxima semana. O político e o comediante devem dar explicações sobre a fala do humorista dizendo que foi convidado para ser um dos primeiros vacinados contra a Covid-19 no estado de Alagoas .

Segundo reportagem do Uol, foi publicado na edição do Diário Oficial desta sexta-feira (22) o Procedimento Preparatório, instaurado pela 67ª Promotoria de Justiça da Saúde. A intenção do órgão é investigar se o convite de fato aconteceu e se a vacinação do estado está ocorrendo da forma como deveria, seguindo a ordem dos grupos prioritários.

Entenda o caso

Carlinhos Maia publicou no Twitter que foi convidado para ser um dos primeiros vacinados de Alagoas. Segundo o comediante, a intenção seria ele divulgar a vacinação e incentivar seu público a tomar a vacina para a Covid-19. Ele alega que recusou a proposta por não achar justo ser vacinado antes das pessoas que se mantiveram em isolamento ao longo de todos esses meses.

A Secretária de Estado da Comunicação publicou um comunicado logo depois negando o convite. O órgão disse que as 71 mil doses da vacina disponíveis em Alagoas serão distribuídas pelos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde e que não foi feita nenhuma proposta para pessoas fora desses grupos.


Fonte: IG Último segundo

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.