Folha do ES
Ter, 4 de Out
Nova logo da LEIA Pesquisa

Home   Estilo     Comportamento


Menina de 12 anos salva de casar com homem de 70 anos antes da cerimônia

Menina de 12 anos salva de casar com homem de 70 anos antes da cerimônia

Amira achava que era o irmão que ia casar e não sabia que o casamento era o seu com um homem de 70 anos

  Por Redação

  11.agosto.2022 às 02:47

Uma menina de 12 anos foi salva de casar com um homem de 70 anos, contra a sua vontade, momentos antes da cerimônia no Quênia.

A notícia foi divulgada pelo jornal britânico Mirror que relata que a família da menor havia-lhe dito que o irmão iria casar e por isso preparavam-se para ir a Garissa, uma cidade do Quênia adjacente à fronteira com a Somália.

Amira estava convencida que ia celebrar a união do irmão, sem nunca pensar que era, afinal, a noiva de um homem de 70 anos.

O casamento tinha sido arranjado pelo tio em troca de um pequeno dote de vacas. Só no local, e ao observar uma série de telefonemas secretos do tio, a menina percebeu que aquele casamento era o seu e não aguentou o choro.

A menor foi salva pelo meio-irmão que se deslocou de ônibus até ao local da cerimônia e travou o avanço da mesma. Apesar do risco potencial de perseguição por parte de familiares, o meio-irmão de Amira decidiu impedir que o casamento acontecesse.

A menina é orfã de mãe, que morreu vítima de câncer, e a família vivia com dificuldades desde que metade das 22 vacas do pai e a maioria das cabras da avó - fontes de sustento - morreram no início do ano devido à seca. Estas dificuldades motivaram as ações do tio da menor em conluio com outros familiares.

De acordo com a lei do Quênia, o casamento com crianças é proibido desde 1990, ano em que foi aprovada a Convenção dos Direitos da Criança.


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.