Folha do ES
Ter, 4 de Out
Nova logo da LEIA Pesquisa

Home   Economia     Brasil


Parlamentares pedem investigação de empresa por compra de terras na AM

Parlamentares pedem investigação de empresa por compra de terras na AM

Grupo de deputados e senador pediu à PGR que investigue grupo espanhol por suposta ilegalidade na compra de terras na Amazônia

  Por Redação

  02.agosto.2022 às 08:27

Um grupo composto por três deputados e um senador, de quatro partidos diferentes, pediu à Procuradoria-Geral da República que investigue o grupo espanhol Masaveu pela suposta compra camuflada de uma propriedade na Amazônia. A denúncia envolve a venda de créditos de carbono derivados dessa área de 190 mil hectares.

Os parlamentares pediram ao Ministério Público Federal que investigue se o Grupo Masaveu usou a empresa brasileira Agrocortex para comprar a fazenda Novo Macapá, nos municípios de Pauini, Boca do Acre e Manoel Urbano, entre o Amazonas e o Acre.

A suspeita é que o grupo espanhol seja dono de 100% das ações da Novo Macapá, um extenso trecho da Floresta Amazônica, rico em madeira de lei, especialmente mogno. Pela lei, empresa estrangeira pode controlar, no máximo, 49% de uma propriedade rural. De posse das terras, o grupo espanhol estaria faturando com a exploração de madeira e, também, com a venda de crédito de carbono.

A ilegalidade ocorreria porque, em declaração por escritos a Verra, certificadora internacional de créditos de carbono, a Agrocortex afirma ter 100% da propriedade; já em um processo interno do Incra, teria declarado controlar apenas 49% da Nova Macapá. Para os parlamentares, é importante que a Procuradoria Geral da República investigue o uso de documentos falsos e a compra de terras na Amazônia por empresas estrangeiras.

Entre os congressistas que pediram a investigação estão os deputados Capitão Alberto Neto, do PL; Valtenir Pereira, do MDB; Vander Loubert, do PT; e o senador Plínio Valério, do PSDB.


Fonte: Metrópoles

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.