Folha do ES
Dom, 23 de Fev

Home   Economia     Brasil


Novo saque do FGTS para 2020 começa em abril

Novo saque do FGTS para 2020 começa em abril

Pagamentos para nascidos em janeiro e fevereiro estarão disponíveis a partir de abril

  Por Redação

  03.janeiro.2020 às 10:06Atualizado em 03.janeiro.2020 às 17:00

Os trabalhadores que optaram pela modalidade de saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já podem conferir o calendário de pagamentos para 2020.

Quem não realizou a troca permanece no modelo antigo de saque, com retiradas de até R$ 998. Dito isso, é importante que o trabalhador fique atento às novas regras relacionadas ao saque anual, sobretudo quando o assunto é prazo e contratos de trabalho.

Segundo informa a estatal, os pagamentos acontecerão no primeiro dia útil ou dia 10 do mês de aniversário. Caso a data caia no sábado, domingo e feriado, a retirada poderá ser feita no próximo dia útil subsequente.

Além disso, o saque-aniversário não está relacionado ao saque imediato, que prevê a retirada de até R$ 998 do FGTS de todas as contas ativas e inativas. Quem não retirou o dinheiro nessa modalidade ao longo dos últimos meses ainda poderá fazer o saque até 31 de março. Depois disso, o dinheiro retornará para a conta do FGTS.

Mas atenção, trabalhadores que optarem pela modalidade de saque-aniversário de parcela do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) terão que esperar pelo menos dois anos para voltar ao saque-rescisão.

CALENDÁRIO

Veja abaixo o calendário de saque anual ao fundo para o ano que começa:

COMO FAZER

Para escolher a modalidade de “saque-aniversário”, o beneficiário deve entrar na seção correspondente, no site do FGTS, ou via aplicativo, disponível para smartphones e tablets dos sistemas Android e iOS e para computadores com o sistema Windows.

Após confirmação de cadastramento e antes de optar pelo tipo de saque, a página do FGTS permite simulação do valor que o trabalhador teria direito e informa o período de saque conforme o mês de aniversário de cada correntista.

Em seu site, a Caixa Econômica alerta para o fato de que ao fazer a opção pelo saque-aniversário, “o trabalhador não poderá sacar o total da conta por motivo de demissão, mas tem direito a todas as demais modalidades de saque, incluindo o saque da multa rescisória. Ficam mantidos os saques para a compra da casa própria, doenças graves, aposentadoria e outros casos já previstos anteriormente na Lei”.


Fonte: Portal EBC

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.