Folha do ES
Qui, 13 de Dez
INSTAGRAM DA FOLHA

Home   Economia     Espírito Santo


Placa modelo Mercosul será implantada na segunda, 10, no ES

Placa modelo Mercosul será implantada na segunda, 10, no ES

O novo modelo tem marca d´água, que evita a falsificação e praticamente impossibilita a clonagem (Foto: Divulgação/Detran|ES)

  Por Redaçao

  06.dezembro.2018 às 09:00

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), começa a implantar a placa modelo Mercosul a partir de segunda-feira (10). Primeiramente, a obrigatoriedade do uso da placa será para veículos que passarão pelo primeiro emplacamento e aqueles que necessitarem passar por procedimentos de transferências, seja de propriedade ou domicílio, no caso de mudança de município e estado, além de alteração de categoria e troca de placas danificadas.

A categoria dos veículos será indicada pela cor da combinação alfanumérica: particular (preta), comercial/aprendizagem (vermelha), oficial (azul), especial (verde), diplomático (amarela) e colecionador (prateada). O tamanho continua o mesmo, com 40 cm de largura e 13 de altura.

O novo modelo possui QR Code, marca d´água, que evita a falsificação e praticamente impossibilita a clonagem. Os novos itens inseridos na placa irão auxiliar o trabalho das polícias nas fiscalizações e fraudes.

A placa modelo Mercosul tem o fundo branco e uma faixa azul na parte superior. Além disso, possui quatro letras e três números. Na parte superior, à esquerda, será impresso o logotipo do Mercosul e, logo abaixo, o QR Code. A placa ainda possui o distintivo BR, no lado direito.

De acordo com o diretor de Habilitação e Veículos do Órgão, José Eduardo de Souza Oliveira, a nova placa vai aumentar a segurança para os proprietários de veículos, evitando a possibilidade de clonagem.

“O modelo Mercosul possui QR Code, portanto, esse código único inserido na confecção da placa conterá informações desde a identificação do fornecedor até o número, data e ano e modelo de fabricação do veículo. Assim, o agente de trânsito ou policial conseguirá identificar quem confeccionou a placa, a qual veículo pertence e, se por ventura, foi roubada ou extraviada. Caso as informações divirjam, a polícia poderá intervir na hora”, informa.

Oliveira destaca, ainda, que outro motivo para a necessidade da implantação do novo modelo da placa é que a combinação alfanumérica atual está no final. “Aqui no Estado, se fosse mantida a atual combinação, de três letras e quatro números, encerraríamos as combinações disponíveis no máximo até março de 2019”.

Os proprietários de veículos que não necessitam realizar qualquer um desses procedimentos, não precisam fazer a troca das placas nas primeiras semanas de implantação do novo sistema.

O Brasil é o terceiro país do Mercosul a adotar a placa. Uruguai (2015) e Argentina (2016) foram os dois primeiros. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) determinou que todos os estados devem implantar o novo modelo até o dia 31 de dezembro deste ano.

Como solicitar

- O proprietário do veículo deverá se dirigir ao Detran|ES do seu município para abrir o processo alusivo ao serviço que necessita realizar; - Será emitido o Documento Único de Arrecadação (DUA) referente à taxa de serviço do Órgão; - Realizado o pagamento, o Detran|ES encaminhará um SMS com um código que deverá ser apresentado à estampadora de placas que o dono do veículo escolher; - Após a compra e instalação da placa, o cidadão retorna ao Detran|ES para a emissão do novo documento do veículo.



Fonte: Detran-ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2018 Folha do ES. Todos os direitos reservados.