Folha do ES
Seg, 30 de Mar

Home   Economia     Espírito Santo


Banestes alcança maior lucro líquido da história do banco no resultado anual de 2019

Banestes alcança maior lucro líquido da história do banco no resultado anual de 2019

O Banestes obteve o lucro líquido de R$ 214 milhões, uma evolução de 18,1% quando comparado ao resultado anual de 2018.

  Por Redação

  18.fevereiro.2020 às 13:32

O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes S.A.) anunciou um novo recorde referente ao resultado anual da companhia: lucro líquido de R$ 214 milhões no acumulado dos doze meses de 2019, uma evolução de 18,1% quando comparado ao resultado referente ao ano de 2018.

Tiveram destaque a expansão das receitas de serviços (+9,2%), as receitas de operações de crédito (+4,7%) e a manutenção do patamar de resultados com títulos e valores mobiliários. Os números foram divulgados em reunião pública, realizada na manhã desta terça-feira (18), na agência Banestes Valores, localizada em Vitória-ES.

O diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande, comemorou o resultado e falou sobre importância dos investimentos em prol da modernização dos serviços bancários e do foco no desenvolvimento da economia local:

“Trabalhamos duro durante todo o ano de 2019 com foco em atingirmos um novo resultado recorde para o Banestes. O resultado positivo oportuniza mais investimentos em todo o Estado, a partir de ações do Governo estadual. Por isso, essa é uma conquista de todos os capixabas. Além disso, é importante destacarmos que o novo resultado recorde é um reflexo das ações de modernização que estão sendo implementadas, todas com o foco em facilitar o dia a dia de nossos clientes”.

José Amarildo Casagrande, que comandou a primeira parte da apresentação dos resultados durante a reunião pública, ressaltou ainda a importância do engajamento de toda a equipe funcional do banco. “Eu não poderia deixar de destacar que o mérito dessa conquista histórica é de toda a diretoria e da rede de colaboradores do Banestes, que trabalham com grande dedicação e esforço, focados no compromisso de inovar e oferecer condições diferenciadas aos nossos clientes, em meio a este cenário tão desafiador que todo o sistema bancário vivencia”. E ainda reforçou: “O Banestes é um banco público forte, alinhado às modificações do mercado e em ativo crescimento”.

O diretor de Tecnologia do Banestes, Silvio Henrique Brunoro Grillo, detalhou os resultados obtidos para o público presente, composto por autoridades do Estado, representantes da Diretoria do Banco, acionistas, analistas de investimentos, jornalistas e outros convidados.

Sobre o resultado, Silvio Grillo destacou que “o Banestes tem investido fortemente nas soluções via canais digitais, pois temos como foco oportunizar a melhor experiência para o nosso cliente. Tais ações trouxeram impactos bastante positivos para o Banestes”. Além disso, o diretor destacou que “temos como objetivo expandir a oferta de produtos, serviços e soluções por meio da ampla rede de atendimento do Banco, presente em todos os municípios do Estado. Ou seja, o atendimento presencial também é alvo de investimentos por parte da administração”, disse.

Resultado anual de 2019

O resultado operacional em 2019 atingiu R$ 302 milhões. Já o resultado operacional recorrente somou R$ 344 milhões, um crescimento de 2,9% contra o mesmo período de 2018. No quarto trimestre de 2019, o Lucro Líquido por ação foi de R$ 0,15, acumulando o valor de R$ 0,68 nos últimos doze meses, o que representa uma distribuição de 6,3% do valor médio das ações. No acumulado dos últimos doze meses, foi destinado aos acionistas o valor de R$ 108 milhões a título de JSCP e Dividendos, representando a distribuição de 50,6% do lucro líquido. Nesse período, o Retorno sobre o Patrimônio Líquido Médio (ROE) foi de 13,8%, elevando o patamar de distribuição dos resultados aos acionistas.

No acumulado do ano, a Margem Financeira atingiu R$ 741 milhões, estável quando comparado ao ano de 2018. As Receitas de Prestação de Serviços registraram R$ 366 milhões, crescendo 9,2% contra o mesmo período de 2018, refletindo a estratégia de maximizar o relacionamento com a base de clientes do Banco (aproximadamente 1,15 milhão de clientes), incorporada ao pilar estratégico de “experiência do cliente”.

Gerenciando os recursos de forma a maximizar o retorno, foram investidos R$ 10,5 bilhões em títulos e valores mobiliários, uma expansão de 7,9% em relação ao trimestre anterior e de 9,1% contra o mesmo período do ano anterior. As operações de crédito registraram o saldo de R$ 3,84 bilhões, crescente 4,5% em 12 meses.

O Patrimônio Líquido atingiu R$ 1,6 bilhão no quarto trimestre de 2019, crescimento de 7,8% se comparado ao mesmo período de 2018. O Banestes mantém sólido crescimento do seu capital, fator indispensável para suportar o financiamento da atividade produtiva e as necessidades de clientes de forma eficiente e competitiva. A relação entre o Patrimônio Líquido e Ativo Total foi de 6,8%.

A Carteira de Crédito Ampliada registrou o saldo de R$ 6,8 bilhões no quarto trimestre do ano, expansão de 15,8% em relação ao mesmo período de 2018. As maiores evoluções do trimestre, em comparação ao mesmo trimestre de 2018, foram registradas pelas concessões na modalidade de empréstimos (+1,5% em 3 meses e +8,3% em 12 meses), destaque para Consignação em Folha (+9,9% em 12 meses) e Crédito Pessoal (+20,4% em 12 meses); pelos financiamentos imobiliários (+8,6% em 12 meses), e pelas operações de cartão de crédito (+12,7% em 12 meses).

A Carteira de Crédito Comercial (conceito Bacen) registrou o saldo de R$ 4,2 bilhões, crescente 3,2% em relação ao mesmo período de 2018. Desse montante, R$ 2,7 bilhões (63,5%) são de operações com pessoas físicas e R$ 1,5 bilhão com pessoas jurídicas (36,5%). Da carteira de pessoa jurídica, 81,0% são concessões a micro, pequenas e médias empresas, e 19,0% a grandes empresas.

O Banestes possui papel fundamental na economia do Estado do Espírito Santo, participando ativamente no financiamento do consumo, da produção e do investimento local, apoiando de forma segura e rentável o processo de democratização do crédito e inclusão financeira. Para isso, utiliza como estratégia a diversificação da oferta do crédito a condições comerciais competitivas e sustentáveis, com foco na aplicação dos recursos prioritariamente nas carteiras com menor risco e com maiores garantias.

O Banco possui relacionamento com mais de 1,15 milhão de clientes (+3,3% em 12 meses), sendo 1.082 mil pessoas físicas e 68 mil pessoas jurídicas. Esses clientes movimentaram 736 mil contas correntes (+2,1% em 12 meses) e 586 mil contas poupança (+2,8% em 12 meses).


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.