Folha do ES
Seg, 30 de Mar

Home   Economia     Espírito Santo


Secretário da Fazenda do ES esclarece crescimento econômico

Secretário da Fazenda do ES esclarece crescimento econômico

Rogélio Pegoretti diz que existe diferença do indicador econômico de queda divulgado pelo BC com o crescimento da economia como um todo

  Por Jackson Rangel Vieira

  21.fevereiro.2020 às 11:45Atualizado em 21.fevereiro.2020 às 12:05

O secretário da Fazenda do ES, Rogélio Pegoretti, em contraponto ao gráfico divulgado sobre queda do ES, explica queda no indicador econômico do BC.

Ele diz que a pujança econômica do ES continua na crescente, sendo o quinto da federação na arrecadação de ICMS, com aumento de 12,12% em 2019.

A queda divulgada pelo Banco Central decorre das dificuldades das três maiores exportadoras do ES, como a Vale. Pegoretti afirma que a queda negociada dos Commodities dessas empresas não não significa estagnação ou queda da pujança econômica dos segmentos em geral.


O Espírito Santo possui extensão territorial de 46.098,571 quilômetros quadrados, divididos em 78 municípios. Conforme contagem populacional, realizada em 2010, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado totaliza 3.514.952 habitantes.

Localizado na Região Sudeste, principal responsável pela economia nacional (respondendo por 56,4% do PIB do país), o Espírito Santo contribuiu, em 2008, com 2,3% para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. No âmbito estadual, essa participação foi de 4%. Tal média é a menor entre os estados do Sudeste.

A composição do PIB do Espírito Santo é a seguinte:

- Agropecuária: 9,3%

- Indústria: 34,5%

- Serviços: 56,3%



Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.