Folha do ES
Ter, 29 de Set

Home   Economia     Espírito Santo


Auxílio Emergencial em análise: veja os motivos

Auxílio Emergencial em análise: veja os motivos

  Por Yasmin Silva

  09.maio.2020 às 09:55

Muitas pessoas tem encontrado dificuldade para receber o Auxílio Emergencial pago pelo governo federal. A Caixa Econômica Federal informou que alguns erros tem sido bastante comuns: ter carteira assinada, receber seguro-desemprego ou outros benefícios, como o BPC (Benefício de Prestação Continuada), são alguns dos motivos que levam o governo a negar o auxílio emergencial de R$ 600, pago durante a pandemia do novo coronavírus.

Segundo a Caixa, os motivos para negar o auxílio são:

  • Ter menos de 18 anos;
  • Ser empregado com carteira assinada;
  • Estar recebendo seguro-desemprego;
  • Ser aposentado ou pensionista do INSS;
  • Receber outros benefícios, como BPC (Benefício de Prestação Continuada), auxílio-doença, garantia safra e seguro defeso (com exceção do Bolsa Família);
  • Ser de família com renda mensal por pessoa de mais de meio salário mínimo (R$ 522,50) ou ter renda familiar mensal total maior do que três salários mínimos (R$ 3.135);
  • Ter tido rendimentos tributáveis, em 2018, acima de R$ 28.559,70, ou seja, ter declarado Imposto de Renda em 2019;
  • Mulher casada ter se cadastrado como “mãe solteira”;
  • Mais de duas pessoas da minha família terem feito o cadastro;
  • Limite maior que duas pessoas que recebem Bolsa Família;
  • Cadastro com CPF irregular (deve regularizar na Receita Federal);
  • Cadastro com CPF de pessoa falecida;
  • Cadastro em aplicativo ou site fraudulento, que não seja o auxílio emergencial da Caixa.

Quem tem o benefício negado e não concorda pode fazer a contestação do resultado pelo site Caixa Auxílio Emergencial ou pelo aplicativo, disponível para Android e iOS. Outra opção é fazer uma nova solicitação.


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.