Folha do ES
Qui, 28 de Mai
Cofril 02

Home   Economia     Espírito Santo


Governo Federal autoriza Petrocity a construir porto no Norte

Governo Federal autoriza Petrocity a construir porto no Norte

Por Jackson Rangel Vieira

  Por Jackson Rangel Vieira

  12.maio.2020 às 22:18

Enquanto o IEMA – Instituto Estadual de Meio Ambiente insiste em não dar a licença ambiental para o projeto, a Petrocity recebeu do Ministério da Infraestrutura a autorização do Governo Federal para construir o Centro Portuário de São Mateus, em assinatura de contratos realizada na tarde desta terça-feira (12), com a intermediação do senador capixaba Marcos do Val (Podemos).

Durante a paralisação de atividades por conta da pandemia do coronavirus, a diretoria da Petrocity continuou trabalhando politicamente para tocar em frente o projeto do que considera ser a maior plataforma logística do Brasil, a ser construída em Urussuquara, no município de São Mateus. Nos planos também a construção de uma ferrovia ligando o terminal a Sete Lagoas (MG).

Já está em andamento, bem adiantado, o procedimento para se livrar da burocracia estadual, com a federalização do licenciamento ambiental, a ser feito pelo Ibama, proposta também defendida pelo senador Marcos do Val, em declaração há cerca de três meses à FOLHA DO ESPÍRITO SANTO.

INVESTIMENTO

O presidente da Petrocity Portos, José Roberto Barbosa da Silva, disse que o investimento será de aproximadamente R$ 9 bilhões entre todos os projetos agregados ao terminal portuário, previsto para custar R$ 3,1 bilhões, a ser erguido pela Odebrecht Engenharia.

“Depois da pandemia do coronavirus, o porto da Petrocity será o primeiro grande empreendimento privado no Brasil. Esse contrato com o Ministério da Infraestrutura é um passo muito importante para seguirmos adiante e realizarmos esse sonho da região Norte e Noroeste do Espírito Santo e contribuir para alavancar o desenvolvimento econômico brasileiro”, disse José Roberto, salientando a importância de Do Val no processo.

O termina contará, segundo José Roberto, com uma base oficial da Marinha do Brasil para a defesa estratégica da costa nacional e para a proteção do Parque Nacional Marinho de Abrolhos. “Nossa posição é estratégica e o CPSM será o único terminal da região sudeste situado em área de incentivos da Sudene, o que facilitará os investimentos na retroárea”, disse o presidente.

Dez dias antes de começarem as restrições por conta da chegada da Covid-19, em 10 de março deste ano, 0 plenário da Câmara Municipal de São Mateus aprovou, em primeiro e segundo turno, o Projeto de Lei Complementar 001/2020 que altera a Lei Complementar Nº 123 , dispondo sobre a organização do espaço territorial do município de São Mateus. Com isso, ficou regulada a ocupação harmônica da área destinada ao Centro Portuário de São Mateus.


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.