Folha do ES
Sáb, 5 de Dez

Home   Economia     Espírito Santo


Comércio capixaba ofertará três mil vagas temporárias no período de natal

Comércio capixaba ofertará três mil vagas temporárias no período de natal

  Por Redação

  22.outubro.2020 às 08:16

As datas comemorativas estão chegando e as preparações do comércio também prestes a começar. De acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Espírito Santo (Fecomércio-ES), três mil vagas temporárias serão ofertadas entre os capixabas, para as vendas de natal.

Devido a pandemia do coronavírus, muitas lojas tiveram que fechar as portas, e por conta disso, sofreram com a perda de lucros. Porém, o comércio vem se recuperando gradativamente. E as vendas de final do ano vêm para deixar os vendedores cheios de expectativas, além de abrir mais vagas de emprego.

Segundo o presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, as pessoas que conseguirem as vagas temporárias podem se tornar efetivos. “O comércio, em geral, está com os quadros de funcionários bem enxutos. Por isso, será preciso repor, à princípio, através de contratos temporários, mas com chances de efetivação. Tradicionalmente, o comércio retém cerca de 20% desses trabalhadores”.

Sepulcri também ressalta que muitas vagas serão disponibilizadas para cargos, entre elas atendimento direto ao cliente, que são vendedores, operadores de caixa e a retaguarda, para dar agilidade aos pedidos tanto presenciais quanto os realizados pela internet, que foi uma modalidade intensificada pela pandemia. Além disso, o salário está em torno dos R$ 1.200, dependendo da função.

Em um pronunciamento, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) declarou que devido a crise da Covid-19, a oferta de vagas temporárias no período do Natal deve ser a menor desde 2015. Além disso, é previsto que o Natal deste ano movimente em torno de R$ 37,5 bilhões, 2,2% a mais em relação a 2019.

De acordo com a entidade sindical, as lojas que mais empregam temporariamente no período de natal são as de vestuário e calçados. Ambas devem ofertar em torno de 30,7 mil vagas em todo país. Esse número se mostra menor que o do ano passado, quando 59,2 mil vagas foram abertas.


Fonte: Es Hoje

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.