Folha do ES
Sex, 25 de Jun
Gif Folha do ES

Home   Esporte     Espírito Santo


Rio Bananal volta ter clube no futebol profissional 11 anos depois

Rio Bananal volta ter clube no futebol profissional 11 anos depois

Dirigente garante que o time vai jogar a Série B do Campeonato Capixaba 2021.

  Por Raphael Gomes

  06.maio.2021 às 12:17

Em janeiro de 2011, o Rio Bananal anunciava oficialmente que não iria disputar o Campeonato Capixaba. Como a tabela havia sido publicada, o clube foi punido e afastado das competições oficiais por dois anos. Desde então, nunca mais voltou ao futebol profissional. O mais importante que não vai ter custo para o município, diz o secretário de Esportes, Vandinho.

Dez anos depois, a cidade do Norte do Espírito Santo vai voltar a ter uma equipe disputando os torneios locais. Nesta quarta-feira, o gestor Pedro Artur confirmou que o Forte Rio Bananal vai jogar a Série B do Campeonato Capixaba 2021.

A nova equipe do futebol capixaba não é tão nova assim. “Forte” é o nome fantasia que o dirigente vai passar a adotar para o “Sociedade Esportiva e Recreativa Castelense”, clube-empresa fundado em 2006, que disputou a Série B em 2010. O Pedro Artur revelou que fez um acordo com Pedro Sabonete, dono do Castelense, para assumir o controle do time pelos próximos quatro anos.

Apesar de ter sido fundado em Castelo, no Sul do Estado, o Forte vai iniciar as suas atividades no 14 de junho em Rio Bananal. A opção pela cidade foi o resultado de uma parceria com a Secretaria de Esportes do município do Norte.

– Tínhamos cinco propostas, mas o projeto do secretário Vandir Nunes foi irrecusável. Além disso, já trabalhamos juntos no São Mateus em 2008 e 2009. Agora vou tentar buscar meu quarto acesso e o tricampeonato como gestor – declarou Pedro Artur.

Apesar de ter sido fundado em Castelo, no Sul do Estado, o Forte vai iniciar as suas atividades no 14 de junho em Rio Bananal. A opção pela cidade foi o resultado de uma parceria com a Secretaria de Esportes do município do Norte.

– Tínhamos cinco propostas, mas o projeto do secretário Vandir Nunes foi irrecusável. Além disso, já trabalhamos juntos no São Mateus em 2008 e 2009. Agora vou tentar buscar meu quarto acesso e o tricampeonato como gestor – declarou Pedro Artur.

Ainda de acordo com informações do dirigente, o Forte vai mandar as suas partidas no Estádio Municipal Virgílio Grassi, casa do antigo Rio Bananal, clube que foi vice-campeão das séries A e B do Capixaba e já contou com jogadores nacionalmente conhecidos como o zagueiro Odvan (ex-Vasco) e o atacante Kieza, que hoje defende o Náutico.

A oficialização da participação do Forte na Série B do Campeonato Capixaba 2021 deve acontecer nesta quinta-feira, quando será realizada uma reunião dos clubes e da Federação de Futebol (FES).

Giuliano Pariz será o treinador do Forte

Muito antes do início previsto das atividades, o Forte já tem um treinador. Giuliano Pariz, que estava no São Mateus na reta final da primeira fase do Campeonato Capixaba, vai assumir o time de Rio Bananal, segundo Pedro Artur.

Pariz, que teve passagens marcantes por Rio Branco-ES, Conilon e Jaguaré, dirigiu o Pitbull do Norte nos últimos três jogos e não perdeu. Vitória contra o líder Rio Branco VN e empates contra Desportiva e Vitória. Apesar dos bons resultados, o Sama acabou sendo rebaixado. Além de Giuliano, o supervisor Rithielly Bessa também trocou o São Mateus pelo Forte.


Fonte: GE

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.