Folha do ES
Dom, 25 de Jul
Receitas

Home   Esporte     Espírito Santo


Rio Branco-ES reencontra a Caldense na estreia da fase de grupos da Série D

Rio Branco-ES reencontra a Caldense na estreia da fase de grupos da Série D

Há seis anos, time mineiro eliminou o Capa-Preta nas oitavas de final. Relembre os confrontos!

  Por Raphael Gomes de Souza

  03.junho.2021 às 08:44Atualizado em 03.junho.2021 às 08:47

Na última década o Rio Branco-ES viveu momentos de glórias como os títulos das Séries A e B Capixaba e da Copa Espírito Santo. Mas, o Brancão também acumulou fracassos como as perdas polêmicas dos Estaduais de 2011 e 2019 e os rebaixamentos, um deles no ano do centenário.

Mas, nada machucou mais o torcedor capa-preta como a eliminação da Série D do Campeonato Brasileiro, em 2015. Naquele ano, Rio Branco fez a melhor campanha de um time capixaba na competição, havia perdido apenas um jogo, mas acabou sendo superado pela Caldense, adversária do próximo domingo pela rodada de estreia da fase de grupos da edição 2021 da competição nacional.

Em 2015, o Brancão ficou na mesma chave do time mineiro, que foi o seu rival na primeira rodada. Na ocasião o time comandado pelo técnico Duílio Dias não fez um bom jogo e foi derrotado por 1 a 0. Essa viria a ser a única derrota da equipe capixaba na primeira fase, que superou duas vezes Comercial-MS e Operário VG e empatou mais duas vezes com a Aparecidense.


Campeonato Brasileiro Série D 2015: Caldense x Rio Branco-ES — Foto: Luciano Santos/Mantiqueira

Campeonato Brasileiro Série D 2015: Caldense x Rio Branco-ES — Foto: Luciano Santos/Mantiqueira


Na última rodada, já classificados, Rio Branco e Caldense decidiram, no Kleber Andrade, quem ficaria com a primeira colocação do grupo. Desta vez, o Capa-Preta levou a melhor e venceu por 2 a 1, com gols de Dudu e Bruno Paiva.


Campeonato Brasileiro Série D 2015: Rio Branco-ES x Caldense — Foto: Jana Aguiar

Campeonato Brasileiro Série D 2015: Rio Branco-ES x Caldense — Foto: Jana Aguiar


Após a definição das posições dos grupos, o emparceiramento colocou as duas equipes novamente frente a frente, agora no mata-mata valendo uma vaga nas quartas de final. No primeiro jogo, em Poços de Caldas, o Rio Branco saiu na frente, com Bruno Paiva, mas a Caldense foi buscar o empate com o Ewerton Maradona, em cobrança de falta.


Caldense empata com o Rio Branco-ES no Ronaldão — Foto: Luciano Santos/Mantiqueira

Caldense empata com o Rio Branco-ES no Ronaldão — Foto: Luciano Santos/Mantiqueira


Com o 1 a 1 na ida, quem vencesse a partida de volta ficaria com a vaga. Com quase seis mil torcedores no Kleber Andrade, o Rio Branco chegou para o jogo em seu melhor momento desde a campanha da Série A do Brasileirão em 1986. Mas, logo aos três minutos, após uma cobrança de lateral pela esquerda, a bola passou pela defesa capa-preta, não conseguiu tirar, e o lateral Douglas Bessa acabou dividindo a bola com Paulo Morais e fez contra.

Naquela altura havia muito tempo para empatar e até virar o jogo, principalmente porque aos 27 minutos do primeiro tempo a Caldense teve um jogador expulso. Porém, mesmo em vantagem numérica, o time capixaba pouco criou e acabou sendo eliminado em casa, colocando um ponto final no sonho do acesso naquele ano.


Petróleo comemora gol do Rio Branco-ES em jogo contra a Caldense — Foto: Fernando Madeira/A Gazeta

Petróleo comemora gol do Rio Branco-ES em jogo contra a Caldense


Quem acompanhou toda essa saga de perto e que estava no banco de reservas naquele 3 de outubro de 2015 foi o zagueiro Petróleo, que hoje também faz parte do elenco capa-preta. O defensor, que na época tinha 22 anos, afirma que até hoje é difícil de aceitar aquela eliminação.

- Eu estive em dois dos quatro jogos contra a Caldense, mas o último foi difícil de digerir. Estávamos muito bem no campeonato e levamos um gol de lateral cobrado, onde a bola passou por todo mundo e o jogador deles apenas empurrou no segundo pau. Aquilo impactou muito porque tínhamos um elenco bom, vinha ganhando jogos e ali passaríamos para as quartas de final. Então isso foi difícil para todo mundo até hoje - declarou em entrevista.


Fonte: GE

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.