Folha do ES
Qui, 8 de Dez
32 ANOS DA FOLHA DO ES

Home   Esporte     Mundo


Jogador do Bayern tem casa invadida durante jogo da Champions League

Jogador do Bayern tem casa invadida durante jogo da Champions League

Na noite em que comemorava seu aniversário, Thomas Müller teve a casa invadida por bandidos que levaram cerca de 500 mil euros em bens.

  Por redação - HF

  14.setembro.2022 às 13:45

Nessa terça-feira (13/9), o jogador do Bayern de Munique, Thomas Muller, estava em campo atuando pela Champions League na vitória diante do Barcelona por 2 x 0. Além da vitória, o jogador comemorava seu aniversário. No entanto, o atleta teve uma uma surpresa desagradável na data especial. Enquanto jogava, a casa do jogador foi invadida.

De acordo com a policia local, os criminosos entrara, a casa do alemão e levaram dinheiro, joias e objetos de valor na faixa de 500 mil euros (R$ 2,6 milhões, na cotação atual). Müller, que é o capitão do Bávaros, ficou sabendo do episódio logo após a partida, indo diretamente para a residência não dando entrevistas pós-jogo.

Ainda não há nenhum rastro dos bandidos e as investigações ainda estão em curso. A policia Bávara se pronunciou sobre o ocorrido.

Confira o comunicado policial na íntegra:

Nota da policia local

“Ontem à noite, por volta das 22h (horário local), a polícia recebeu a notificação de um assalto a uma casa unifamiliar no município de Otterfing através de uma central de alarmes, pelo que várias patrulhas deslocaram-se ao imóvel para o verificar. Enquanto apenas alguns minutos depois a primeira patrulha da delegacia de polícia de Holzkirchen chegou ao prédio residencial, pelo menos dois criminosos desconhecidos fugiram pelo jardim para um campo adjacente e escaparam no escuro.

Como resultado, outros serviços de emergência, bem como cães treinados e um helicóptero da polícia, foram alertados à comunidade de Otterfing para uma busca intensiva pelos ladrões fugitivos. No entanto, os esforços de busca não foram bem sucedidos até o momento.

Durante a busca em curso pelos autores, as investigações iniciais na cena do crime foram assumidas pelo serviço criminal permanente da Inspetoria de Polícia Criminal de Rosenheim, que agora é continuada pela Delegacia de Polícia Criminal de Miesbach devido à responsabilidade. Os estranhos roubaram dinheiro, joias e objetos de valor na faixa de seis dígitos.”


Fonte: Metrópoles

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.