Folha do ES
Qui, 28 de Mai
Cofril 02

Home   Estilo     Bem Estar


Vagina inchada depois do sexo? Saiba porque isso acontece

Vagina inchada depois do sexo? Saiba porque isso acontece

Pode ser consequência de um sexo selvagem, uma alergia ou ainda uma doença passada durante a transa

  Por Yasmin Silva

  29.abril.2020 às 10:21

Não há nada como uma maratona de sexo para fazer você chegar lá. Isso é, até vocês descolarem os corpos, rolarem um para cada lado da cama para relaxar, e então você percebe que algo está diferente lá embaixo. É normal ficar com a vagina inchada depois do sexo?

Assim como você já deve ter imaginado, a resposta é não. Mas não há razão para enlouquecer por isso. Apesar de você e suas amigas não falarem sobre o assunto, isso é bem comum e o problema é fácil de resolver (ufa!).

Então o que significa uma vagina inchada após o sexo? Há muitas razões para ela ficar um pouco mais ‘gordinha’ pós-coito.

Sexo vigoroso

Lá vai: todas as vezes em que você fica excitada, sua vulva e vagina começam a inchar em razão de todo o sangue que flui na área, segundo a sexóloga e ginecologista Luisa Rodrigues.

“Mas se a mulher notar outros sintomas, como pequenos cortes na abertura da vagina, junto ao inchaço, o motivo pode ser um sexo mais intenso”. De acordo com a profissional, o sintoma também pode vir acompanhado de um pouco de sangramento e a área estar um pouco escura ou azulada.

“Não há razão para parar de transar. Para reduzir o inchaço, tomar um analgésico ou sentar em uma banheira cheia de água morna por 15 a 20 minutos também funciona”, diz a especialista.

Reação alérgica

Você nota que sua vagina, além de inchada, apresenta uma assadura? É muito possível que sua vagina esteja passando por um processo alérgico ou de sensibilidade a algum produto, como o látex da camisinha, ou, até mesmo, o esperma.

“Muito mais frequente é que o inchaço após o sexo seja resultado de uma sensibilidade do seu corpo ou alergia a produtos como espermicidas, fragrâncias e látex”, explica. Para descobrir o que está acontecendo, Luisa recomenda primeiro eliminar possíveis agentes e, depois, observar como o corpo responde.

Infecção por fungos

Palavras que quase todas as mulheres vão ouvir uma vez na vida. Mas desculpe, garota, se está inchada lá embaixo, candidíase pode ser a resposta.

“Causada por um fungo chamado cândida (que é naturalmente encontrado na vagina), essa infecção por fungos é conhecida por seus sintomas comuns, como coceira intensa em toda a área”, destaca Rodrigues.

Outros sintomas incluem dor ao urinar ou durante o sexo, ardência, vermelhidão, uma pequena assadura e corrimento espesso e esbranquiçado sem odor.

Vaginose bacteriana

Essa condição acontece quando há uma quantidade muito grande de uma certa bactéria na vagina, segundo a sexóloga.

“Enquanto a doença traz sintomas similares aos da candidíase como dor, coceira, ardência e, sim, inflamação e inchaço), a vaginose bacteriana típica causa um corrimento acinzentado, ralo e com cheiro de peixe”, diz Luisa.

Tecnicamente, a vaginose bacteriana pode desaparecer sem qualquer tratamento. Mas se você está experimentando algum dos sintomas descritos acima, é bom se consultar com um médico, que pode prescrever medicamentos para tratar o problema.

Ressecamento vaginal ou atrofia

Transar com a vagina seca pode deixá-la inchada e dolorida. “A razão pode ser a falta de preliminares, mas baixos níveis de estrogênio em razão da menopausa, perimenopausa, lactação ou alguns anticoncepcionais podem trazer ressecamento vaginal e atrofia”, frisa a ginecologista.

Se for o último caso, sua vagina também pode dar a sensação de estar com menos elasticidade.

Para curar, comece usando lubrificante durante o sexo, para simplesmente reduzir a fricção, que acaba causando o inchaço. “Se isso não ajudar, considere visitar um médico para avaliar a possibilidade de suplementar estrogênio”, orienta a profissional.

Infecções sexualmente transmissíveis

Certas infecções sexualmente transmissíveis causam inflamação no tecido vaginal, como a clamídia e a tricomoníase, o que resulta em inchaço.

“Enquanto a clamídia frequentemente não causa sintomas, a tricomoníase vem acompanhada de vermelhidão, vulva inchada e sangramentos após a relação, além de irritação, odor e um corrimento amarelo acinzentado com odor de peixe”, complementa a profissional

Se sentir qualquer um desses sintomas, procure o seu ginecologista.


Fonte: Giulia Roriz, Metrópoles

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.