Folha do ES
Ter, 14 de Jul
Rádio Cidade

Home   Geral     Brasil


Calendário da 3ª parcela do auxílio de R$600 pode ser divulgado até amanhã

Calendário da 3ª parcela do auxílio de R$600 pode ser divulgado até amanhã

O Ministério, comandado pelo ministro Onyx Lorenzoni, não se comprometeu em divulgar uma data específica para liberação do calendário, mas confirmou o cronograma para esta semana.

  Por João Paulo Rosa

  24.junho.2020 às 16:18

O Ministério da Cidadania tem previsão de divulgar o calendário da 3ª parcela do auxílio emergencial no valor de R$600 ainda nesta semana. De acordo com informações da pasta, o cronograma vai ser detalhado com datas conforme mês de aniversário, assim como aconteceu nos dois primeiros lotes do benefício.

O Ministério, comandado pelo ministro Onyx Lorenzoni, não se comprometeu em divulgar uma data específica para liberação do calendário, mas confirmou o cronograma para ser publicado ainda nesta semana. Sendo assim, o calendário pode ser divulgado até amanhã, dia 25 de junho.

Na quinta-feira, 18 de junho, o Ministério da Economia revelou que o total gasto com o auxílio emergencial, até o momento, já é de mais de R$ 81 bilhões. No valor já é considerado o pagamento da terceira parcela para os beneficiários do Bolsa Família.

De acordo com informações da pasta, 63,5 milhões de brasileiros, levando em conta todas as categorias de beneficiários, receberam os recursos de R$ 600 ou R$ 1.200.

A Caixa efetua os pagamentos, enquanto o Ministério da Cidadania é responsável pela liberação do calendário.

Balanço

Na última quarta-feira, 17 de junho, a Caixa revelou que foram recebidos nada menos que 107,9 milhões de cadastros. O quantitativo envolve Bolsa Família, Cadastro Único do Governo Federal e pessoas que fizeram o pedido por meio do aplicativo ou site da instituição.

Do total de cadastros feitos, nada menos que 106,3 milhões já foram processados e 64,1 milhões estão entre os considerados elegíveis (aptos a receber o benefício). Há, ainda, 42,2 milhões, não se enquadraram nos critérios previstos pela Lei nº 13.982.

Por fim, restam 1,1 milhão na fase de reanálise e 1,5 milhão que estão tendo o cadastro avaliado pela primeira vez, por terem feito o pedido nos últimos dias.

Devolução

Segundo o informado pelo Ministério da Cidadania, até o momento, 47,7 mil pessoas que receberam o benefício, mas não se enquadravam nos critérios da lei, devolveram os recursos do auxílio emergencial.


Fonte: Folha do es

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.