Folha do ES
Dom, 9 de Mai
Receitas

Home   Geral     Brasil


Família encerra velório após pastor dizer que criança estava viva

Família encerra velório após pastor dizer que criança estava viva

Caso aconteceu na cidade de Itaetê, na madrugada de quinta-feira (25). Parentes receberam confirmação do hospital sobre falecimento da criança e, após fala do líder religioso, levaram o corpo da garota de volta à unidade.

  Por Raphael Gomes

  26.março.2021 às 19:43Atualizado em 26.março.2021 às 19:50

O corpo de uma garota de um ano e 10 meses, que estava sendo velado por familiares na cidade de Itaetê, na região da Chapada Diamantina, na Bahia, foi levado de volta ao hospital depois que um pastor evangélico disse à família que a criança estaria viva. O caso aconteceu na madrugada de quinta-feira (25), após médicos do Hospital Municipal terem confirmado o óbito da menina.

De acordo com informações da unidade de saúde, a criança chegou ao hospital já sem sinais vitais. A equipe médica tentou reanimar a garota por cerca de 30 minutos, e o óbito foi confirmado pelo médico de plantão.

A família seguiu com os procedimentos do funeral durante a madrugada, porém, segundo a prefeitura, durante a cerimônia, parentes da menina procuraram uma unidade de saúde da família, informando que o pastor tinha tido uma revelação e que disse a eles que a criança estaria viva.



Mesmo após os profissionais do posto de saúde atestarem que a criança não tinha sinais vitais, os familiares levaram o corpo novamente ao hospital. A criança foi novamente avaliada pela equipe médica e teve, pela segunda vez, a confirmação da morte.

A Polícia Civil informou que recebeu relatos dos familiares de que a criança teria se movido durante o velório. A ocorrência foi registrada na Delegacia Territorial de Itaberaba e foi encaminhado à unidade de Itaetê, onde aconteceu a "revelação" do pastor, que irá apurar o caso.

Disse ainda que, como a causa da morte da garota não estava definida no laudo, expediu as guias para a perícia, que vai definir o motivo do óbito.

Em nota, através das redes sociais, prefeitura esclarece o caso:


Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas e texto



Fonte: Folha do ES / G1

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.