Folha do ES
Sex, 25 de Jun
Gif Folha do ES

Home   Geral     Brasil


Tratamento de guerra é aplicado em profissionais da linha de frente até 2022

Tratamento de guerra é aplicado em profissionais da linha de frente até 2022

  Por Julia F Mothé

  06.maio.2021 às 14:22

Profissionais de saúde da linha de frente do combate à Covid-19 no Brasil recebem tratamentos com recursos como o EMDR e o Bodynamic, empregados normalmente no exterior em soldados egressos de conflitos armados. "Não é fácil ver tanta gente sofrendo e morrendo ao nosso redor. Se hoje lido com os óbitos e o medo de cabeça erguida, é porque estou dando tudo de mim para enfrentar esse vírus. Não sei o que teria sido sem as sessões. Consigo ficar até oito horas dentro das roupas sanitárias, antes eu não aguentaria nem três horas. Os exercícios me ajudam muito", compartilha João, 45 anos, técnico de Enfermagem e motorista de um hospital em Salvador (BA). "Eu realmente estava sem norte, não conseguia parar de pensar negativamente, era medo, ansiedade...Com cuidado fui abraçada pelo projeto e obtive recursos para lidar melhor com tudo isso, aprendi a importância do autocontrole, a me proteger, a me preocupar comigo, partindo do princípio de que se eu não estiver bem, nada poderei oferecer. Os exercícios são uma arma secreta para renovar as forças. Eu me sinto mais segura para trabalhar e sinto que posso ser forte em meio aos problemas", conta Laura, 49 anos, técnica de Enfermagem de um hospital no Rio de Janeiro (RJ). Assim como João e Laura, mais de 150 profissionais de saúde e funcionários de instituições públicas e privadas dos estados do Rio de Janeiro, Bahia, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Espírito do Santo, Pernambuco, Paraíba, Pará, Amazonas e da cidade de Brasília - que têm contato direto com pacientes com o coronavírus - já foram atendidos em sessões individuais online pelos terapeutas do projeto de Apoio psicológico e monitoramento online e gratuito para profissionais de unidades de saúde - covid-19. A iniciativa é do Bodynamic International Brasil, em parceria com psicoterapeutas especialistas dessa escola. Acompanhamento real: 6 sessões com o mesmo terapeuta + 4 sessões de monitoramento

Entre os maiores diferencias do projeto estão: a realização de 6 (seis) sessões individuais e com o mesmo terapeuta, com duração de 50 a 60 minutos, além do acompanhamento 1 (um) mês após o final das sessões, 3 (três) meses depois, 6 (seis) meses e, finalizando o cuidado terapêutico, 1 (um) ano após a primeira sessão. Segundo Andréa Miranda, psicoterapeuta que coordena o projeto, a capacidade de atendimento da equipe é de até 2.500 atendimentos até dezembro de 2021 – entre sessões e monitoramento dos profissionais, o que contempla 250 pessoas neste ano. "É possível prevenir o adoecimento destes profissionais"

"Estudos referentes a epidemias anteriores mostram que os efeitos emocionais, individuais e sociais perduram por mais tempo e podem ser mais drásticos do que os efeitos na saúde física. Nós nos organizamos para ajudar a amenizar os casos de ansiedade, depressão, pânico e Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT) que tendem a aparecer de forma exponencial entre os profissionais de saúde. É possível prevenir o adoecimento destes profissionais se trabalharmos o fortalecimento e o desenvolvimento de recursos para lidarem com a pressão e o alto nível de estresse, possibilitando que atravessem, com autocuidado e crença em si mesmos, esse período de crise e tanta sobrecarga física e emocional", afirma Andréa. Reconhecido pela EABP (Associação Europeia de Psicoterapia Corporal) e fundamentada em pesquisas empíricas, na Dinamarca, a partir da década de 1960, a psicoterapia Bodynamic também trabalha com recursos utilizados e aperfeiçoados em mais de 30 anos em zonas de guerra e áreas de crise, tais como Palestina, Líbano, Israel e Ucrânia. Esta forma de trabalho tornou a abordagem reconhecida e respeitada mundialmente para situações de crise e ameaças extremas, como uma pandemia. "Os exercícios mobilizam músculos específicos que ajudam a pessoa a se manter orientada, mesmo no olho do furacão" "Eles chegam emocionalmente muito abalados e completamente exaustos, e no transcorrer das sessões vão desenvolvendo e reconhecendo diferentes recursos que lhes fortalecem na travessia dessa crise, como uma virada de chave. Os exercícios mobilizam músculos específicos ligados às diferentes habilidades e, por meio desse trabalho, a pessoa se mantém orientada, mesmo no 'olho do furacão', para tomar a melhor decisão. Num ambiente onde morrem tantas pessoas, todos os dias, é preciso ter recursos para lançar mão, do contrário os profissionais sentem-se completamente massacrados", constata Andréa. Projeto de pesquisa aprovado pelo Comitê de Ética da UNEB Em setembro de 2020, a avaliação dos resultados do atendimento com o protocolo com recursos do Bodynamic nos níveis de saúde dos profissionais assistidos virou um projeto de pesquisa submetido ao Comitê de Ética da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), que aprovou o estudo sem restrições. A pesquisa está devidamente registrada na Plataforma Brasil, CAAE 38284920.5.0000.0057. Serviço Apoio psicológico e monitoramento online e gratuito para profissionais de unidades de saúde Covid-19 - Bodynamic International Brasil Inscrições para as sessões de apoio psicológico: https://forms.gle/4rmAdQRQjAeBgsVMA Inscrições para o monitoramento psicológico: https://forms.gle/QriUdJYqqP9iUUqQ7


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.