Folha do ES
Ter, 26 de Out
HECI

Home   Geral     Brasil


Ferrovia de Brasília a Barra de São Francisco vai escoar produção do cerrado brasileir

Ferrovia de Brasília a Barra de São Francisco vai escoar produção do cerrado brasileir

Em reunião virtual, o empresário e o prefeito iniciaram tratativas para a implantação de um grande porto seco em Barra de São Francisco, tanto para exportação quanto para importação.

  Por Redação

  24.setembro.2021 às 21:35

A notícia já havia sido antecipada pelo ministro Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, na noite de quarta-feira, por meio de sua conta no instagram, quando disse que o Governo Federal havia recebido o 14º pedido de autorização ferroviárias, totalizando mais de R$ 80 bilhões de previsão de investimentos. E publicou um mapa do Brasil incluindo o trecho da nova estrada de ferro.

A autorização solicitada pela Petrocity Ferrovias, entretanto, foi formalmente comunicada ao prefeito Enivaldo dos Anjos (PSD) pelo presidente da holding Petroleiro, José Roberto Barbosa da Silva, em reunião virtual realIzada na manhã de quinta-feira (23). O primeiro prevê 1.200km da Ferrovia Juscelino Kubitschek (EFJK), ligando Brasília (DF) a Barra de São Francisco(ES), passando por Unaí (GO), Montes Claros e Grão Mogol, no Norte de Minas, Teófilo Otoni (MG), no vale do Mucuri, chegando à cidade capixaba, num investimento previsto de R$ 13,5 bilhões.

A nova estrada de ferro da Petrocity Ferrovias vai ligar a região Centro-Oeste ao futuro Centro Portuário de São Mateus, em Urussuquara, no litoral Norte capixaba, e fará de Barra de São Francisco um dos principais eixos logísticos nacionais, segundo o presidente da companhia, José Roberto Barbosa da Silva. Será um importante canal de exportação da produção agrícola do cerrado brasileiro.

“A Estrada de Ferro Juscelino Kubitschek vai interligar a Ferrovia Norte-Sul à Estrada de Ferro Minas-Espírito Santo (EFMES), que vai de Ipatinga, no Vale do Aço mineiro, a São Mateus, passando por Barra de São Francisco. Ou seja, Barra de São Francisco será a porta de entrada para a mercadorias para exportação e a porta de entrada da interiorização de cargas importadas”, disse José Roberto . Em reunião virtual, o empresário e o prefeito iniciaram tratativas para a implantação de um grande porto seco em Barra de São Francisco, tanto para exportação quanto para importação.

“A Unidade de Transbordo e Armazenagem de Carga (UTAC) de Barra de São Francisco terá que levar em conta todo o volume a ser gerado pelas duas ferrovias. Com essa integração, que se dará num prazo de 10 anos, o Espírito Santo, através do porto de São Mateus, será porta de saída de grãos da região do cerrado para o mundo”, disse José Roberto.

José Roberto encontrou-se, antes, com o governador Romeu Zema, de Minas Gerais, em companhia do deputado estadual Tito Torres (PSDB), apresentando o projeto. Na próxima quarta-feira (29), estará com o governador Ronaldo Caiado, de Goiás.


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.