Folha do ES
Qua, 3 de Jun
HOSPITAL EVANGÉLICO PRONTO ATENDIMENTO

Home   Geral     Espírito Santo


Motoboy esfaqueado após demora em entrega de pizza recebe alta

Motoboy esfaqueado após demora em entrega de pizza recebe alta

O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) do município

  Por Redação

  31.março.2020 às 18:18Atualizado em 31.março.2020 às 18:37

O motoboy, de 28 anos, que foi esfaqueado por um cliente por causa da demora na entrega de uma pizza, em Vila Velha, região metropolitana de Vitória, na última terça-feira (24), recebeu alta médica. Ele ficou sete dias internado no Hospital Estadual de Urgência e Emergência (Heue), em Vitória.

O suspeito do crime é um comerciante de 23 anos, que mora no nono andar do prédio onde a agressão aconteceu. Revoltado com a demora na entrega, ele já desceu com uma faca para receber o pedido e deu cinco facadas no entregador.

Depois de sete dias internado, o motoboy Wesley Mendes dos Santos teve alta e foi até o DHPP prestar depoimento. Ele falou do desespero por socorro depois de levar cinco facadas. O entregador disse que tentou se proteger e lutou contra o comerciante.

"Eu fui ficando sem respirar e eu tentava parar os carros, mas não vinha viatura e nem nada. Só Deus que me deu força. Eu achei que não fosse aguentar não. Ele desceu com a faca na cintura e eu não tinha visto. Ele começou a se alterar e eu perguntei porque ele estava falando daquele jeito comigo. Ele me deu uma porrada na boca, a gente entrou em luta corporal e ele começou a me esfaquear", relatou Wesley.

Por trabalhar por conta própria, Wesley está angustiado de estar parado por causa dos ferimentos. "Eu gosto do meu trabalho. É uma coisa que eu consigo sustentar as minhas filhas. Agora vou ter que ficar 60 dias sem trabalhar", lamentou.

A Polícia Civil informou que está apurando as imagens das câmeras de videomonitoramento do prédio que mostram a briga entre Wesley e o comerciante.

Os policiais informaram que os advogados do comerciante fazem contato com a delegacia todos os dias e dizem que o comerciante está internado e precisou passar por uma cirurgia, porque durante a briga o agressor teve uma lesão no rosto.

O advogado de Wesley diz que vai apurar com a polícia como está a investigação do caso.


Fonte: G1 ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.