Folha do ES
Qua, 12 de Ago
30 anos da FOLHA DO ES

Home   Geral     Espírito Santo


Vídeo: Mãe que perdeu o filho há 3 meses faz campanha de doação de sangue

Vídeo: Mãe que perdeu o filho há 3 meses faz campanha de doação de sangue

  Por Yasmin Silva

  29.junho.2020 às 20:04

Dia 13 seria uma data muito importante para Bruna Schwan Guerini de Almeida, o dia em que seu filho completaria 6 meses. O pequeno Artur nasceu com uma cardiopatia congênita complexa e, devido às doações de sangue recebidas, pôde viver exatamente 71 dias com sua mãe.

Para marcar essa data, Bruna resolveu não somente se tornar doadora, mas também lançou uma campanha para sensibilizar outras pessoas a fazerem o mesmo.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, Bruna explica que seu filho precisou de inúmeras transfusões que só foram possíveis graças à bondade de pessoas anônimas que ela chama de “verdadeiros anjos na vida do Artur”.

Bruna conta que quando o Artur precisou de sangue, ficou muito chateada em não poder doar, pois havia passado por uma cesárea e somente após seis meses desse procedimento é permitido doar sangue, a partir desse momento, ela disse que seria doadora assim que pudesse. “Quando o Artur precisou de transfusão e não conseguiram que o sangue chegasse rápido ao hospital, (…) eu já percebi como existe carência de doadores. Eu fiquei muito chateada, porque eu descobri que não podia doar. Eu tinha pouco tempo da cesariana e descobri que só podia doar com seis meses e coloquei isso como meta”, afirmou a mãe que ficou contando os meses para conseguir doar sangue.

Faça como a Bruna, doe sangue.

Quando o período de doação se aproximou, Bruna conta que passou a se sentir mais em paz e resolveu ampliar o gesto. “Quando estava chegando próximo ao período de eu conseguir doar, (…) a dor modifica, a gente supera, a gente transforma numa saudade e a gente amadurece, amadurece a convivência com ela. A partir desse momento que eu percebi que eu estava mais em paz e senti uma vontade de ampliar esse meu gesto de ser uma doadora e ajudar outras pessoas. E eu tive a ideia de fazer a campanha”, conta a mãe que se mobilizou fazendo um vídeo.

“A ideia de fazer o vídeo é porque talvez seja uma forma de a gente conseguir tocar o coração das pessoas e mostrar realmente a importância da doação. Quando a gente faz só um post doe sangue, doe vida, as pessoas apenas compartilham, mas não se sentem motivadas a ir lá. A ideia de quando fiz o vídeo era contar um pouquinho da história, um pouquinho da importância que foi a doação de sangue e a transfusão para o Artur. Eu tive 71 dias com ele e se ele não tivesse recebido a transfusão eu não teria esses 71 dias. (…) E aí eu falei, poxa, eu realmente tenho que fazer essa campanha, eu senti de coração que eu precisava, então eu fiz o vídeo pra tocar o coração das pessoas, pra incentivar, eu fiquei muito feliz com o retorno que eu tive, muita gente foi doar, muita gente mandou mensagem (…).”, finalizou a mãe afirmando que a doação pode fazer diferença na vida de uma pessoa.

Bruna informa que há três locais de doação atendendo em Vitória: O Hemoes, o Criobanco e a Hemoclínica.

O Hemoes fica localizado na Av. Mal. Campos, 1468 e funciona todos os dias de 7h às 18h, antes de ir é importante agendar o atendimento pelo telefone 3089-6000. O Criobanco funciona no Hospital Santa Rita e atende de segunda a sexta das 7h às 17h, basta comparecer ao local. A Hemoclínica – Serviços de Hemoterapia também está trabalhando com agendamento prévio, em função da pandemia do coronavírus. Telefones de contato: 3232-4700, 3232-4714, 27 98192-1661. A Hemoclínica fica localizada no Centro de Vitória – Parque Moscoso, atrás do hospital Central, na R. Dr. Joaquim Cortês, 44.

Para mais informações sobre como se tornar um doador de sangue, acesse o link abaixo:

Seja doador de sangue


Fonte: Portal 27

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.