Folha do ES
Seg, 30 de Nov
RESULTADO PESQUISAS

Home   Geral     Espírito Santo


Temporal causa deslizamentos e deixa desalojados no ES

Temporal causa deslizamentos e deixa desalojados no ES

Cidades com os maiores acumulados de chuva nas últimas 24 horas são Marilândia (106,80 mm), Serra (100,68), Colatina (88,72 mm) e Governador Lindenberg (88,55).

  Por Redação

  26.outubro.2020 às 08:28

O temporal com chuva forte e ventania que atinge o Espírito Santo neste fim de semana causou deslizamentos e deixou pessoas desalojadas.

Segundo dados da Defesa Civil divulgados no final da tarde deste domingo (25), sete pessoas estão desalojadas em Vitória e quatro em Viana.

Ainda de acordo com o órgão, as cidades com os maiores acumulados de chuva nas últimas 24 horas, entre as que possuem estação meteorológica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), são Rio Bananal (128,40 mm), Marilândia (106,80 mm), Serra (100,68), Colatina (88,72 mm) e Governador Lindenberg (88,55).

Cinco cidades estão em risco alto para deslizamentos (Fundão, Ibiraçu, Serra, Aracruz e Rio Bananal) e outras 21 estão em risco moderado.

Em Vitória, um deslizamento de terra atingiu uma casa no Centro na noite de sábado (24). Duas mulheres e uma criança estavam no imóvel no momento do incidente. Segundo a Defesa Civil, todos os moradores estão bem. A residência e duas edificações próximas foram interditadas pela Defesa Civil municipal.

Na manhã deste domingo, houve o rolamento de um bloco rochoso no bairro Santa Martha, também na capital. O bloco chegou a obstruir uma das pistas da Avenida Maruípe, mas a via já está liberada.

Também na manhã deste domingo, a movimentação do solo fez um muro cair na Escadaria Ilma de Deus, no Forte São João, em Vitória.

A Defesa Civil também atendeu ocorrências de deslizamento em Viana e Cariacica. Foram registrados alagamentos em pontos de Vitória, Aracruz e Fundão.

Na rodovias ES-355, entre Santa Maria de Jetibá e Santa Leopoldina, e ES-080, entre Santa Leopoldina e Cariacica, existem pontos de deslizamento de solo na pista.

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), o tempo instável vai permanecer no Espírito Santo até a segunda-feira (26).


Fonte: G1

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.