Folha do ES
Sáb, 6 de Mar

Home   Geral     Espírito Santo


Triste Fim, Iate Clube Marataízes é demolido

Triste Fim, Iate Clube Marataízes é demolido

  Por Julia F Mothe

  30.dezembro.2020 às 09:13

A Prefeitura de Marataízes, por meio da secretaria de obras, começou, na manhã da última terça-feira (29), a demolição do famoso e tradicional Iate Clube. O clube sempre foi um ponto turístico do município, mas estava em ruínas e interditado há bastante tempo.

A estrutura foi interditada por conta do perigo que oferece aos moradores. A piscina do Iate havia se tornado um foco de mosquitos transmissores de doenças. Em 2019, quando questionada sobre o local, a prefeitura de Marataízes informou que agentes de endemias faziam visitas periódicas para monitorar o clube.

No ano de 2019 a Prefeitura já havia entrado com uma liminar na justiça para demolir o imóvel, porém a União mostrou interesse no clube por conta de dívidas tributárias.

O Marataízes Iate Clube foi durante muito tempo um ponto de encontro entre os diversos turistas que visitavam e tinham casas na cidade. O clube foi criado em meados da década de 40 e o mais antigo registro se deu em 1949, uma foto, se tratava apenas de uma casa pequena na região que hoje é conhecida como Praia da Colônia, na época, escrito Yath Club de Marathayzis.

Segundo o jornalista, pesquisador e diretor do Saiba, Carlos Eduardo Júnior, o imóvel foi construído e era constantemente ampliado pela comunidade cachoeirense, que vereneava em Marataízes. Com o intuito de dar aos seus filhos um clube para se divertirem, as famílias de Cachoeiro investiram no clube, que acabou se tornando um dos maiores clubes do estado do Espírito Santo.

Um monumento histórico! São quase 70 anos, muitas atrações, shows, desfiles. Muitas visitas famosas, concursos e colaboração da comunidade. O Marataízes Iate Clube chega ao fim.


Fonte: Portal Maratimba

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.