Folha do ES
Dom, 11 de Abr
Receitas

Home   Geral     Espírito Santo


TV Gazeta: Fim dos telejornais locais e demissões

TV Gazeta: Fim dos telejornais locais e demissões

  Por Raphael Gomes

  03.março.2021 às 15:37Atualizado em 03.março.2021 às 17:22

Rede Gazeta anuncia novos telejornais regionais

FONTE: TV GAZETA

A partir de 19 de abril, ES1 e ES2 locais terão novo formato, com edição e apresentação unificadas para 63 municípios do Estado

A Rede Gazeta anunciou, na tarde desta quinta-feira (25), novidades em sua programação. A partir do dia 19 de abril, os telespectadores do Norte, do Noroeste e do Sul capixabas vão conferir novos telejornais locais: o ES1 e o ES2 passam a ter um novo formato, com edição e apresentação unificadas para 63 municípios do Estado.

Somados os potenciais de audiência dessas três regiões, o novo programa nasce com um alcance próximo de 1,8 milhão de telespectadores, que vão conferir as principais notícias do interior do Estado com mais entradas ao vivo e interatividade.

Os novos ES1 e ES2 regionais serão ancorados de um novo estúdio, mais moderno, equipado com mais tecnologia para integrar as notícias do Espírito Santo. Além disso, as rotinas de produção e reportagem em Cachoeiro, Colatina e Linhares não mudam. O relacionamento e as operações comerciais continuarão privilegiando os anunciantes de cada região nos breaks da programação.

“Ao longo da última década, equipamos nossas emissoras e levamos o sinal digital para todos os cantos do Estado. Com o ritmo de evolução da tecnologia, vimos que poderíamos, também, evoluir com o formato das notícias locais, integrando o Espírito Santo de Norte a Sul, valorizando o foco regional”, pontua o diretor-geral, Café Lindenberg.

Jornalismo forte e ágil

As jornalistas Gabrielle Manganelli (Cachoeiro) e Valéria Vieira (Linhares) seguem à frente das câmeras como apresentadoras dos telejornais. O atual editor de produção da Redação A Gazeta/CBN, Abdo Filho, passa a atuar de forma integrada com o Telejornalismo e assume a posição de editor regional, coordenando o trabalho jornalístico feito em Cachoeiro, Colatina e Linhares.

O diretor de Jornalismo, Abdo Chequer, ressalta que a alta capacitação dos times dá tranquilidade para a implementação do modelo. “Nossa presença regional é um diferencial e não abrimos mão disso. Vamos ter telejornais com mais entradas ao vivo, um modelo mais dinâmico e antenado com a audiência”, garante.

A diretora das regionais Norte e Noroeste, Maria Helena Vargas, frisa que profissionais da empresa estudaram modelos adotados por outras afiliadas Globo para tornar a programação mais integrada: “Os novos telejornais preservam a atratividade comercial da programação para o Norte e o Noroeste do Estado e o compromisso da TV Gazeta com o diálogo e com a proximidade com as comunidades”.

Já o diretor da regional Sul, Bruno Passoni, cita o ritmo das notícias – mais ágil e interativo – como um atrativo para o mercado. “Tenho certeza de que entregaremos um produto forte também para nossos parceiros”, frisa Passoni.


Fonte: TV Gazeta

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.