Folha do ES
Sex, 25 de Jun
Gif Folha do ES

Home   Geral     Espírito Santo


Jovem de 23 anos sofre derrame após estalar o pescoço

Jovem de 23 anos sofre derrame após estalar o pescoço

Jovem de 23 anos sofre derrame após estalar o pescoço; conheça os sintomas

  Por Kimberlly Soares

  08.maio.2021 às 12:13

Você tem o costume de estalar os dedos, a coluna ou o pescoço? Embora esse hábito parece inofensivo, essa prática pode ser muito perigosa.

A jovem de 23 anos, Natalie Kunick, de Londres, estava assistindo um filme com um amigo quando decidiu estalar o pescoço. Porém, o barulho do estalo ouvido pela mulher e pelo colega foi mais alto do que o normal, mas eles ignoraram e continuaram a assistir TV.

Após 15 minutos, Natalie foi ao banheiro e caiu no chão, pois não estava mais sentindo a sua perna esquerda.

"Meu amigo veio me ajudar. Ele pensou que eu estava bêbada, mas, no fundo, eu sabia que tinha algo errado", disse ao Daily Mail.

Inicialmente, a mulher achou que não era nada demais, mas ao sentir que desmaiaria, ela decidiu ligar para emergência. No caminho para o hospital, os paramédicos começara a fazer uma série de exames e foi constatado que Natalie tinha sofrido um derrame.

"Os especialistas me disseram, depois que cheguei ao hospital, que, ao estalar o pescoço, minha artéria vertebral se rompeu. Há uma chance em 1 milhão disso acontecer", contou.

O episódio aconteceu em em março de 2019, mas só foi revelado pela paciente agora, um mês após o incidente. A paciente ficou com algumas sequelas e por isso segue em recuperação. "Os médicos dizem que esperam uma recuperação completa, mas não me deram um tempo exato para isso. Eu estou determinada a ficar boa assim que possível", completou.

Sintomas do derrame

Entre os sintomas gerais de um AVC, também conhecido como derrame cerebral, temos:

  • Diminuição ou perda súbita da força na face, braço ou perna de um lado do corpo
  • Alteração súbita da sensibilidade com sensação de formigamento na face, braço ou perna de um lado do corpo
  • Perda súbita de visão num olho ou nos dois olhos
  • Alteração aguda da fala, incluindo dificuldade para articular, expressar ou para compreender a linguagem
  • Dor de cabeça súbita e intensa sem causa aparente
  • Instabilidade, vertigem súbita intensa e desequilíbrio associado a náuseas ou vômitos.

Fonte: Boca no trombone

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.