Folha do ES
Qua, 26 de Jun
FESTA DA CIDADE

Home     Geral


Escola Agostinho Agrizzi de Jaciguá, em Vargem Alta, entre as melhores do país

Escola Agostinho Agrizzi de Jaciguá, em Vargem Alta, entre as melhores do país

A Secretaria Municipal de Educação de Vargem Alta, parabenizou os profissionais, que não mediram esforços para se qualificar e transmitir esse conhecimento aos alunos do município.

  Por Redação

  06.setembro.2018 às 18:57Atualizado em 06.setembro.2018 às 19:02

A educação do município de Vargem Alta, obteve uma conquista histórica. A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Agostinho Agrizzi do distrito de Jaciguá, em Vargem Alta, ficou com a quarta melhor média nacional. A Escola conseguiu a nota (5º ano 6.8, do 9º ano 6.1 e 3º ano 5.3) alcançando a média proposta pelo MEC.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nessa semana, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), apontando as melhores escolas públicas do Brasil. Os dados revelam o crescimento da rede pública estadual do Espírito Santo, sendo o maior registro desde que o indicador foi criado, em 2005.

Segundo o Ideb 2017, o crescimento da rede pública estadual do Espírito Santo é o maior registrado desde que o indicador foi criado, em 2005. Com uma expansão de 0,7 pontos (ou cerca de 21% com relação a 2013), o Ensino Médio da rede estadual, que representa 286 escolas e aproximadamente cem mil estudantes do Estado, atingiu 4,1 pontos, em 2017, subindo da décima primeira posição, em 2013, para a segunda melhor colocada no país. O primeiro colocado das redes estaduais foi Goiás, com 4,4 pontos.

De acordo com resultado, o Espírito Santo tem a melhor nota em termos de desempenho acadêmico dos estudantes. O crescimento do Estado foi de 10,5 pontos em Matemática e de 6,2 pontos em Língua Portuguesa. Pela primeira vez o Estado lidera nas duas disciplinas, alcançando a melhor proficiência no Ensino Médio do País. Esse resultado é referente ao Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

O IDEB é indicador geral da educação nas redes privada e pública. Uma espécie de nota. Para chegar ao índice, o MEC calcula a relação entre rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e desempenho no Saeb/Prova Brasil aplicada para crianças do 5º e 9º ano do fundamental e do 3º ano do ensino médio. O índice é divulgado a cada dois anos e tem metas projetadas até 2021, quando a expectativa para os anos iniciais da rede estadual é de uma nota 6,0. Assim, para que o IDEB de uma escola ou rede cresça, é preciso que o estudante aprenda, não repita o ano e frequente as aulas.

Até 2015, os resultados do Ensino Médio eram calculados a partir de amostra de escolas. Pela primeira vez, o Saeb foi censitário para as escolas públicas desta etapa e opcional para as escolas particulares.

A diretora da Escola Agostinho Agrizzi Juliana de Sá Dias Lopes comemora o resultado, ressaltando o envolvimento dos alunos e profissionais de educação nos projetos desenvolvidos pela equipe pedagógica da Escola, além da intensa participação da comunidade nas atividades escolares.

A Secretaria Municipal de Educação de Vargem Alta, parabenizou os profissionais, que não mediram esforços para se qualificar e transmitir esse conhecimento aos alunos do município.


Fonte: Prefeitura Municipal de Vargem Alta

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.