Folha do ES
Qua, 16 de Jan
Hospital Evangelico - Enfermeiro

Home     Geral


Escola Agostinho Agrizzi de Jaciguá, em Vargem Alta, entre as melhores do país

Escola Agostinho Agrizzi de Jaciguá, em Vargem Alta, entre as melhores do país

A Secretaria Municipal de Educação de Vargem Alta, parabenizou os profissionais, que não mediram esforços para se qualificar e transmitir esse conhecimento aos alunos do município.

  Por Redação

  06.setembro.2018 às 18:57Atualizado em 06.setembro.2018 às 19:02

A educação do município de Vargem Alta, obteve uma conquista histórica. A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Agostinho Agrizzi do distrito de Jaciguá, em Vargem Alta, ficou com a quarta melhor média nacional. A Escola conseguiu a nota (5º ano 6.8, do 9º ano 6.1 e 3º ano 5.3) alcançando a média proposta pelo MEC.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nessa semana, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), apontando as melhores escolas públicas do Brasil. Os dados revelam o crescimento da rede pública estadual do Espírito Santo, sendo o maior registro desde que o indicador foi criado, em 2005.

Segundo o Ideb 2017, o crescimento da rede pública estadual do Espírito Santo é o maior registrado desde que o indicador foi criado, em 2005. Com uma expansão de 0,7 pontos (ou cerca de 21% com relação a 2013), o Ensino Médio da rede estadual, que representa 286 escolas e aproximadamente cem mil estudantes do Estado, atingiu 4,1 pontos, em 2017, subindo da décima primeira posição, em 2013, para a segunda melhor colocada no país. O primeiro colocado das redes estaduais foi Goiás, com 4,4 pontos.

De acordo com resultado, o Espírito Santo tem a melhor nota em termos de desempenho acadêmico dos estudantes. O crescimento do Estado foi de 10,5 pontos em Matemática e de 6,2 pontos em Língua Portuguesa. Pela primeira vez o Estado lidera nas duas disciplinas, alcançando a melhor proficiência no Ensino Médio do País. Esse resultado é referente ao Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

O IDEB é indicador geral da educação nas redes privada e pública. Uma espécie de nota. Para chegar ao índice, o MEC calcula a relação entre rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e desempenho no Saeb/Prova Brasil aplicada para crianças do 5º e 9º ano do fundamental e do 3º ano do ensino médio. O índice é divulgado a cada dois anos e tem metas projetadas até 2021, quando a expectativa para os anos iniciais da rede estadual é de uma nota 6,0. Assim, para que o IDEB de uma escola ou rede cresça, é preciso que o estudante aprenda, não repita o ano e frequente as aulas.

Até 2015, os resultados do Ensino Médio eram calculados a partir de amostra de escolas. Pela primeira vez, o Saeb foi censitário para as escolas públicas desta etapa e opcional para as escolas particulares.

A diretora da Escola Agostinho Agrizzi Juliana de Sá Dias Lopes comemora o resultado, ressaltando o envolvimento dos alunos e profissionais de educação nos projetos desenvolvidos pela equipe pedagógica da Escola, além da intensa participação da comunidade nas atividades escolares.

A Secretaria Municipal de Educação de Vargem Alta, parabenizou os profissionais, que não mediram esforços para se qualificar e transmitir esse conhecimento aos alunos do município.


Fonte: Prefeitura Municipal de Vargem Alta

Comentários Facebook


Enquete


Qual camiseta (masculina e feminina) é a mais bonita para o evento da FOLHA DO ES?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.