Folha do ES
Seg, 16 de Set

Home     Geral


Tragédia em Linhares: filha de empresário que atirou na esposa e se matou revela drama

Tragédia em Linhares: filha de empresário que atirou na esposa e se matou revela drama

Estudante, Pâmela Baceti Zanoteli, de 19 anos, é filha do casal que morreu na tragédia desta quarta-feira (31)

  Por Redação

  01.agosto.2019 às 10:07Atualizado em 01.agosto.2019 às 10:15

Por que ele fez isso? Ele estava com a cabeça muito quente, mas não justifica. Ele estava tão transtornado que não pensou no depois. Não pensou em como ficaria a minha vida”, desabafou, bastante emocionada, a jovem Pâmela Baceti Zanoteli, de 19 anos, filha do empresário que matou a mulher e tirou a própria vida em seguida, na madrugada desta quarta-feira (31), em Linhares.

Os pais dela, Alan Zanoteli, de 41 anos, e Fernanda Ferreira Baceti Zanoteli, de 36 anos, foram encontrados mortos por volta da 1h30, no quarto da casa onde moravam, localizada no bairro Novo Horizonte.

De acordo com a adolescente, o pai estava bastante estressado recentemente por causa do trabalho e pode ter tido um surto em decorrência desse nervosismo.

“Ele andava muito alterado, com a pressão muito alta, que chegou a 20 ontem (terça). Eu cheguei a questioná-lo sobre o que estava acontecendo, mas ele não conseguia se explicar e nem buscava ajuda. Não se abria com ninguém. Acho que, por isso, por guardar tudo, ele acabou fazendo o que fez. Porque eu nunca vi os meus pais brigarem”, contou Pâmela.

O caso

A filha Pâmela estava prestes a dormir quando ouviu os disparos. “Foi um barulho muito forte, nem pensei que fossem tiros. Achei que os dois estivessem brigando, que o guarda-roupa havia quebrado… Mas quando bati na porta e nenhum dos dois me respondeu, comecei a associar e achar que poderia ter acontecido o pior”, disse, segurando as lágrimas.

O pensamento sobre as, até então, possíveis mortes ocorreu também porque a jovem sabia que o pai tinha uma arma legalizada em casa. Desesperada, ela ligou para a tia pedindo ajuda. “Naquele momento, eu comecei a gritar em casa e aí os vizinhos vieram ajudar. Logo depois, meu tio chegou, arrombou a porta do quarto e viu que eles estavam mortos”, contou.

O CRIME E A INVESTIGAÇÃO

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que foi acionada no início desta madrugada para atender a ocorrência. No local, vizinhos disseram ter ouvido uma discussão entre o casal, seguida de disparos de arma de fogo. Os policiais, então, arrombaram a porta do quarto e encontraram Alan e Fernanda caídos no chão.


Fonte: G1

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.