Folha do ES
Sáb, 5 de Dez

Home     Geral


Câmara de Marechal Floriano vai devolver R$ 156 mil a prefeitura durante a crise

Câmara de Marechal Floriano vai devolver R$ 156 mil a prefeitura durante a crise

  Por Yasmin Silva

  15.maio.2020 às 15:03

Neste momento de crise na saúde e na economia das administrações públicas, o Poder Legislativo de Marechal Floriano age de forma solidária com o Executivo para reforçar suas finanças e ter maior capacidade de realizações frente ao desafio de prevenção, atendimento e conscientização sobre a pandemia de Covid-19.

Na Sessão dessa terça-feira (12) o Plenário aprovou a devolução de R$ 156 mil para a municipalidade, que poderá atuar sobre os desafios que a doença traz com maior força de ação. Polêmicas voltaram à pauta e a atuação dos parlamentares se volta para a fiscalização do Executivo, também no período do mandato anterior.

Diony Stein (PRTB) solicitou o corte de árvore, que põe em risco os moradores da Rua Thieres Veloso e a limpeza de um barranco no mesmo local. Stein agradeceu pela higienização dos locais públicos, em atendimento a pedido, de sua autoria, realizado na Sessão da última semana.

Ubaldino Saraiva (PSDB) saudou aos profissionais de enfermagem pela comemoração do seu dia. Saraiva também solicitou que a Secretaria de Agricultura instale um lavatório com água e sabão, e também, disponibilize álcool em gel na feira livre - realizada no centro da cidade. Junto ao presidente, Cabral, apresentou Projeto de Lei onde amplia área urbana em Victor Hugo, o que pode incentivar o turismo na região.

Renato Werneck (PSDB), em seu discurso, relatou que a profissão de técnico em enfermagem é atividade para pessoas que tem vocação e que a profissão não é valorizada. O técnico de enfermagem realiza atividades de risco com a Covid-19 nas unidades de saúde e ambulâncias.

Maylson Littig (PSB) solicita que o atendimento de máquinas para a melhoria de estradas no interior seja feito de forma a atender a todos os produtores, tendo em vista a época de colheita do café e o deslocamento da produção para os centros de comércio em outras localidades.

Felipe Delpuppo (Rede) elogiou a gestão do atual prefeito, em comparação à gestão passada, Delpuppo afirma que agora as obras iniciam e são concluídas. Sobre pedido de abertura do comércio nos dias de feriados municipais, o vereador espera que, nas próximas datas seu pedido seja atendido pelo Executivo, uma vez que neste 13 de maio (dia da estação), não foi possível para o município colocar em prática.

João Cabral (PSDB) sugere que a prefeitura realize uma campanha educativa para os moradores, mostrando a necessidade de colocar o lixo nos pontos de coleta próximo do horário da rota do caminhão, evitando, assim, transtornos, como o mau cheiro e a proliferação de insetos.

Dodô Krohling (Republicanos) continua sua busca por documentos com informações referentes aos gastos da administração. Desta vez, o vereador requere notas e relatórios sobre aquisição, estocagem e distribuição de medicamentos nos últimos 24 meses. O republicano ainda solicitou a folha de pagamento do período de novembro de 2019 ao mês atual e dados sobre as obras de calçamento no município.

Os assuntos polêmicos levantados pelo parlamentar na última semana, trouxeram uma reação da bancada governista. A ofensiva se deu sobre ações do mandato do ex-prefeito da cidade - seu aliado político e, também, sobre a vida particular do vereador.

O colega de Plenário, Renato Werneck, protocolou Requerimento onde solicita à Secretaria de Meio Ambiente que possa, “...averiguar possível crime ambiental por parte de parlamentar...”, através de documentação de regularização ambiental do loteamento ‘Venha Morar nas Montanhas’, de propriedade do vereador José Rodolfo Krohling. Werneck solicitou também a cópia do processo administrativo de contratação da Organização Social ‘Instituto Social Mais Saúde’.

Felipe Delpuppo solicitou a cópia de toda a documentação referente à construção da escola ‘Flores Passinato Kuster’, em Soído de baixo e do contrato da reforma do ‘CMEI Maria Knidel Lube’, em Santa Maria - onde já apresenta problemas na estrutura. Delpuppo também solicitou toda a documentação sobre os contratos com uma empresa, nos últimos oito anos, entre eles: Certames licitatórios; contratos; aditivos; empenhos; notas fiscais e outros documentos.


Fonte: Notícia Capixaba

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.