Folha do ES
Qua, 8 de Abr
HECI Páscoa

Home   Judiciário     Brasil


Sem aval da Justiça, Suzane von Richthofen perde vaga na faculdade

Sem aval da Justiça, Suzane von Richthofen perde vaga na faculdade

Instituto Federal de São Paulo considera desistentes os alunos que não frequentarem os dez primeiros dias de aulas, caso de Suzane.

  Por Redação

  20.fevereiro.2020 às 17:04

Matriculada no curso de gestão de turismo no Instituto Federal de São Paulo (IFSP) em Campos do Jordão, Suzane von Richtofen perdeu a vaga após acumular dez faltas. De acordo com o regulamento da instituição, são considerados desistentes os alunos que não frequentarem os dez primeiros dias de aulas, sem apresentação de justificativa - o que ela também não fez.

Condenada a 39 anos pela morte dos pais, ela foi aprovada para o curso com a nota do Enem e fez a matrícula por meio de procuração. Assim que a aprovação dela foi divulgada, o IFSP informou que aguardava a decisão da Justiça sobre as condições para que ela pudesse participar das aulas. A detenta chegou a solicitar permissão da juíza para frequentar as aulas, mas de acordo com o Tribunal de Justiça, o processo está sob segredo.

Suzane acumulou as 10 faltas na última terça (18) e não apresentou justificativa. Sendo assim, foi considerada como desistente.

Em nota, a instituição informou ainda que "caso ela seja liberada após os 10 dias úteis, uma justificativa deverá ser analisada, porém, até o momento, não tivemos informações da Justiça sobre o caso".


Fonte: G1

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.