Folha do ES
Seg, 30 de Mar

Home   Judiciário     Espírito Santo


Hércules consegue importante vitória na Justiça

Hércules consegue importante vitória na Justiça

Decisão judicial em favor do deputado Hércules Silveira

  Por Redação

  21.fevereiro.2020 às 17:49

O deputado estadual Doutor Hércules (MDB) tem uma preocupação a menos na corrida pela prefeitura de Vila Velha. Foi publicado no Diário da Justiça desta sexta (21/02), acórdão da Terceira Câmara Cível do TJ que julgou por unanimidade não haver responsabilidade do parlamentar em ação de cobrança relativa à campanha de 2008. Tratava-se do último questionamento judicial ainda em tramitação sobre aquele pleito, sendo que em todos os outros o fim foi o mesmo: Vitória de Hércules!

O deputado sempre confiou na Justiça e na competência dos seus advogados, Flávio Cheim e Rafael Nunes Correa, que obtiveram exito em todos os processos defendendo o deputado estadual deputado Hércules.


Publicação: 1.

Data de Disponibilização: 21/02/2020 Data de Publicação: 24/02/2020 Jornal: Diário Oficial ESPIRITO SANTO Caderno: Tribunal de Justiça

TERCEIRA CÂMARA CÍVEL Página: 00001 TERCEIRA CÂMARA CÍVEL - CONCLUSÃO DE ACÓRDÃOS PARA EFEITO DE RECURSO OU TRÂNSITO EM JULGADO

103- Apelacão Cível Nº 0018882-91.2009.8.08.0035 (035090188828) VILA VELHA - 5ª VARA CIVEL APTE MARCO ANTONIO PALADINI Advogado (a) MARCO ANTONIO PALADINI 16609 - ES APTE HERCULES SILVEIRA - ES APDO CONCEITO PROPAGANDA LTDA Advogado RELATOR DES. JORGE HENRIQUE VALLE DOS SANTOS JULGADO EM 11/02/2020 E LIDO EM 11/02/2020 EMENTA TRÊS APELAÇÕES CÍVEIS. AÇÃO DE COBRANÇA. PRIMEIRO RECURSO. DESERÇÃO. INADMITIDO. SEGUNDO E TERCEIRO RECURSOS. RESPONSABILIDADE PELO PAGAMENTO. SOLIDARIA. AUSÊNCIA DE DEMONSTRAÇÃO DE EXCLUSIVIDADE. SENTENÇA PARCIALMENTE REFORMADA I - O artigo 1.007 do CPC impõe a parte que comprove o recolhimento das custas no momento da interposição recursal, salvo, como e sabido, quando amparada pelo beneficio da assistência judiciaria gratuita ou enquadrar-se nas hipóteses de isenção legal, hipóteses nao observados no caso em tela. II - O partido politico, através de seu diretório regional, e o candidato são solidariamente responsáveis pelas despesas contraídas em razão de campanha eleitoral, o que decorre da inteligencia dos artigos 17 da Lei n. 9.504/97 c/c 15-A da Lei 9.096/95 III - O contrato de prestação de serviços ensejador da cobrança realizada nos autos, nele e possível aferir que os favorecidos do contrato eram, alem do candidato a Prefeito, também os candidatos a Vereadores da coligação com isso, o conjunto probatório dos autos carece, sobremaneira, de qualquer elemento capaz de indicar que o serviço prestado pela empresa autora teve como destinatário direto e exclusivo o candidato. IV - Inadmitir o apelo interposto por Marcos Antonio Paladini; conhecer os recursos interpostos pelo PMDB (Municipal Vila Velha) e HERCULES SILVEIRA para dar provimento a este e negar provimento aquele. Sentença parcialmente reformada. ACORDAO



Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.