Folha do ES
Qui, 9 de Abr
HECI Páscoa

Home   Judiciário     Espírito Santo


Justiça nega pedido de liberdade do motorista que causou morte de universitária

Justiça nega pedido de liberdade do motorista que causou morte de universitária

Wilker Wailant está preso desde o dia 6 de março no Centro de Triagem de Viana. Ramona Bergamini estava parada em um semáforo quando foi atingida pelo carro. Por G1 ES

  Por Redação

  19.março.2020 às 10:18

A Justiça negou o pedido de liberdade do motorista Wilker Wailant, que invadiu a contramão e matou a jovem Ramona Bergamini, de 19 anos, que estava parada em um semáforo da rodovia Carlos Lindenberg, em Vila Velha, na região Metropolitana de Vitória, no dia 4 de março. Ele permanece preso no Centro de Triagem de Viana.

A decisão do Superior Tribunal de Justiça foi publicada na noite dessa quarta-feira (18) e mantém a prisão provisória do motorista.

Ramona trabalhava fazendo entrega de alimentos por aplicativo e estava parada com sua motocicleta em um semáforo quando foi atingida pelo carro dirigido por Wilker. No dia 6 de março, ele foi encaminhado para um presídio autuado por homicídio culposo. No dia do acidente, o motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro.


Fonte: G1

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.