Folha do ES
Qui, 28 de Mai
Cofril 02

Home     Judiciário


Encontrado morto em sua residência Promotor Público Creomir Guerra

Encontrado morto em sua residência Promotor Público Creomir Guerra

Suspeita de suicídio - São Francisco-ES

  Por Redação

  07.junho.2019 às 17:26Atualizado em 07.junho.2019 às 17:33

Encontrado morto em sua residência, localizada próxima ao depósito de Gás do Pedrão, no centro da cidade, na tarde desta sexta-feira (07), o promotor de Justiça Creumir Guerra. Ele aparentemente teria perdido a vida por enforcamento e embora não seja oficial a causa de sua morte, teria sido encontrado o corpo sustentado por uma corda em volta do pescoço. A notícia pegou de surpresa toda Barra de São Francisco e também a de Pancas, sendo esta última cidade em que ele estava atuando pelo Ministério Público.

Homem de uma capacidade extrema de raciocínio lógico, amante dos esportes e da natureza, sua morte deixa uma grande incógnita para quem o conheceu e o admirava. Em sua prática esportiva, era amante do ciclismo e sobre uma bicicleta, percorria constantemente em seus dias de folga, centenas de quilômetros, muitas vezes acompanhado de amigos e colegas de trabalho.

Sua atuação na promotoria pública, sempre foi pautada por gestos de grandeza e em acolhimento aos injustiçados. Atuou com precisão e coerência, durante anos no MP sede Barra de São Francisco, chegando a alcançar conciliações das mais diversas em praticamente todos os setores da sociedade, civil, empresarial e cultural e principalmente na área de Direito.

Divorciado, pouco se sabe de sua vida pessoal, sempre pautada pela discrição, companheirismo e trabalho. Promotor de justiça e anterior: Prefeitura Municipal de Mantenópolis e Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo. Estudou Doutorado na instituição de ensino Universidad del Museo Social Argentino,. Era formado pela Universidade Autonoma Del Assuncion e Fadivale – Faculdade de Direito do Vale do Rio Doce, conforme descreveu em sua página social do Facebook.

Ele escreveu em seu blog (https://creumir.wordpress.com), que nas democracias o parlamento representa o povo, através de eleições livres. É eleito aquele candidato cujas ideias são as mesmas de quem o elegeu. Desta forma toda decisão do deputado ou senador é em favor daqueles que o alçou ao poder. Na teoria é bonito, mas a prática mostra outra coisa. Na hora H quem manda mesmo é o lobby (do inglês – é o nome que se dá à atividade de pressão de grupos, ostensiva ou velada, com o objetivo de interferir diretamente nas decisões do poder público, em especial do Legislativo, em favor de interesses privados). É a bancada dos ruralistas, dos evangélicos, dos ambientalistas, dos banqueiros, etc. cada um defendendo o seu pirão.


Fonte: Fonte: Reporter Barra

Comentários Facebook


Enquete


Na sua opinião, quem está mentindo: Sérgio Moro ou Jair Bolsonaro?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.